Este estranho iceberg é perfeitamente retangular, e o motivo é muito triste

  • atualizado: 
iceberg retangular

A natureza pode ser surpreendentemente perfeita. Não são poucos os casos em que ela nos surpreende com tamanha beleza e perfeição. Mas um caso intrigante aconteceu na Antártida, onde fora observado um iceberg muito estranho, perfeitamente retangular. E isso não é exatamente uma boa notícia.

A observação do caso partiu da Nasa dentro da Operação IceBridge. É muito raramente possível ver bordas retas ou ângulos de 90 graus criados pela Mãe Natureza e, quando isso acontece em um ambiente natural, realmente fala-se de um quase milagre.

É o caso deste iceberg, fotografado do alto pela NASA. Definido em meio a uma mistura caótica de gelo flutuante, parece perfeitamente retangular, como se tivesse sido cortado por uma motosserra.

Não é culpa de alienígenas que se deram ao trabalho de vir por essas bandas para cortar o gelo antártico. Essa forma é perfeitamente natural, ainda que a causa de sua separação da plataforma de gelo original esteja ligada à mudança climática.

Quando pensamos em icebergs, geralmente imaginamos grandes blocos de gelo com uma forma piramidal, com colunas e cúpula pontiagudas, e uma massa que se estende abaixo da superfície da água. Tudo verdade, mas este é apenas um dos seus tipos de icebergs ou seja, os não-tabulares.

Na verdade, existem tabulares, incluindo a que acabamos de descobrir. Estes são grandes folhas de gelo com lados quase verticais de uma superfície plana. Linhas retas e geométricas não são incomuns em icebergs tabulares, que tendem a romper rachaduras naturais no gelo, um processo acelerado por temperaturas mais quentes, enquanto a água derretida se infiltra e amplia as rachaduras.

Como eles são formados?

Eles geralmente saem de icebergs maiores e são levados pela água. Kelly Brunt, cientista da Universidade de Maryland disse à LiveScience que podemos imaginá-los como uma unha que cresce muito e depois quebra no final. Isso geralmente resulta em linhas geométricas perfeitas e lineares.

Os icebergs tabulares podem ser enormes: centenas ou até milhares de quilômetros quadrados, como o B-15 de 11.000 quilômetros quadrados, o maior já observado.

As dimensões do novo iceberg identificado pela NASA ainda não são conhecidas, mesmo que sejam menores que o B-15, estará provavelmente em torno dos 1,6 quilômetros.

De onde ele vem?

Pode ter se originado da plataforma Larsen C, que está se deteriorando rapidamente. Esta laje de gelo teria se descolado recentemente, tendo sido vistas suas bordas muito limpas, ainda não corroídas pelo mar e pelo vento. Um outro enorme iceberg se destacou da mesma plataforma em 2017 e começou a se mover em alta velocidade. Um gigante assustador dado o tamanho de sua superfície de 5.800 km2.

O derretimento das geleiras causadas pelo aquecimento global está mostrando seus efeitos perigosos, mesmo em forma de icebergs com formas geométricas perfeitas.

Talvez te interesse ler também:

COMO SERIA A TERRA SE TODO O GELO POLAR DERRETESSE?

FLEXITARIANA: A DIETA CONTRA O AQUECIMENTO GLOBAL

O QUE VOCÊ PODE FAZER PARA EVITAR O AUMENTO DO AQUECIMENTO GLOBAL

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!