22 de Março - Dia Mundial da Água

  • atualizado: 
agua

Água é base de vida - todo mundo sabe disso mas, muita gente se esquece. O Dia Mundial da Água foi criado para alertar a população mundial sobre a importância da sua preservação para a sobrevivência de todos nós.

Quando digo “de todos nós” me refiro a todas as formas de vida existentes no planeta Terra as quais, sem água, não existiriam.

O Dia Mundial da Água foi uma decisão da ONU (pela resolução A/RES/47/193 de 21 de fevereiro de 1993) e, desde então, neste dia as instituições (ONGs, escolas, governos) fazem campanhas alusivas ao bom uso da água.

Água boa

O nosso planeta, veículo espacial onde percorremos a existência no espaço sideral, é constituído de água em 70% do seu volume - deste, porém, somente 0,7% é água potável, adequada para consumo humano. Fazendo a conta de uma outra maneira talvez fique mais claro: “temos 97% de águas salgadas e 3% de águas doces no planeta.

Mas, a água potável disponível ao uso humano é bem menor, uns meros 0,007% desse imenso total” (veja aqui).

Água potável é a água que usamos para tudo o que envolve a vida humana - de beber a cultivar - porque, você sabe, não adianta regar as plantas com água contaminada pois, no final das contas, a contaminação irá para nossas barrigas, é claro.

Declaração Universal dos Direitos da Água

São 10 as principais normas da Declaração Universal dos Direitos da Água:

1. A água faz parte do patrimônio do planeta

2. A água é a seiva do nosso planeta

3. Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados

4. O equilíbrio e o futuro de nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos

5. A água não é somente herança de nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores

6. A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo

7. A água não deve ser desperdiçada nem poluída, nem envenenada

8. A utilização da água implica respeito à lei

9. A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social

10. O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra.

ÁGUA - PATRIMÔNIO DA HUMANIDADE, BEM DE DIREITO DE TODOS!

Mas, a realidade é outra

Em muitos países essas metas da Declaração Universal dos Direitos da Água, da ONU, não são aplicados ou respeitados pois, interesses maiores do que a vida imperam no sistema.

É o caso de países da América Latina, onde a água, antes um bem do povo e de direito pleno a todos, passou a ser propriedade de umas poucas famílias (Chile) ou corporações (como a Nestlé quer fazer aqui, no nosso Brasil).

É também no nosso continente que se discute, e luta, pela proteção do Maciço Guarani, água pura, maior maciço de água subterrânea disponível, que está na mira de estados estrangeiros para seus usos industriais.

Indústria precisa de água? Claro que sim mas, povo precisa também, e primeiro.

Tudo vai de se fazer uma boa gestão deste bem, universal e inalienável da vida terrestre e, essa boa gestão, ao que parece, não tem nada a ver com os interesses das corporações que dominam o capital mundial.

Leia mais sobre a água e a (nossa) vida:

setaPLANTAR ÁGUA É POSSÍVEL, ENSINA A PERMACULTURA

setaÁGUA PURA, NOSSA MAIOR RIQUEZA, NOSSO MELHOR REMÉDIO

setaBRASILEIRA INVENTA APP PARA ECONOMIA D'ÁGUA NA AGRICULTURA