Acordo de Paris é aprovado pelo Senado Federal

acordo-paris-mma

Finalmente o Acordo de Paris foi aprovado pelo Senado Federal!

A 21ª Conferência das Partes (COP 21) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC, na sigla em inglês), realizada em 2015 em Paris, reuniu 195 países e a União Europeia em difíceis negociações para ratificar um acordo para a redução do aquecimento global, com o objetivo de entrar em vigor até 2020.

O texto aprovado pelo Senado nessa quinta-feira (11) será enviado para promulgação, demonstrando para o mundo que o Brasil será um dos primeiros países a firmar o compromisso do Acordo de Paris, cuja meta é ratificar 55 países que representam 55% das emissões globais de gases de efeito estufa. O projeto de decreto-legislativo, que havia sido apreciado, em julho, pela Câmara dos Deputados, validou a adesão do Brasil ao pacto. 

O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, disse que a celeridade na tramitação do texto mostra que o Brasil está comprometido com a questão climática. “Agora, depois dessa aprovação, o País assume, como um todo, a agenda de baixo carbono tão necessária para combater o aquecimento global”, declarou.

Além disso, o país demonstra um protagonismo no cumprimento da agenda climática. O Brasil contribui com 2,48% de emissões em nível mundial. Para diminuir essa taxa, todos os setores econômicos serão afetados, pois o objetivo é cortar em 37% as emissões de carbono até 2025 e 37% até 2030.

Desde abril deste ano, está aberto o período de assinaturas oficiais do pacto, que já conta com a participação de mais de 170 países, incluindo o Brasil. 

Especialmente indicado para você:

NOVIDADES SUSTENTÁVEIS: O QUE ESTÁ ROLANDO NA COP 21

COMO A COP21 PODE AFETAR A AMÉRICA LATINA

Fonte: mma