Grave desastre ambiental na Tasmânia: a floresta patrimônio da humanidade está em chamas

desastre ambiental na Tasmânia

Tasmânia em chamas. Fala-se de uma tragédia mundial. Umas após outras, as árvores antigas da Tasmânia estão morrendo, reduzido a cinzas por causa do fogo. É a destruição de um ecossistema único.

As árvores das florestas da Tasmânia não evoluíram para sobreviverem ao ciclo natural do fogo e renovação. Se elas se queimarem, morrem, conforme relata o The Guardian.

A propagação do fogo é devida ao aquecimento global e às mudanças climáticas. O que está acontecendo exatamente? A seca, infelizmente, também atingiu as áreas que deveriam ser úmidas e protegidas dos incêndios, tais como as florestas e as turfeiras no Planalto Central da Tasmânia.

Eventos semelhantes já tinham acontecido no passado, mas ainda eram circunstâncias muito raras. David Bowman, professor de biologia ambiental da Universidade da Tasmânia, disse que um fenômeno semelhante acontecia talvez uma vez a cada milênio.

Infelizmente, na opinião do cientista, o nosso planeta mudou muito em relação ao passado e nós nos encontramos de cara com incêndios que aconteciam a cada mil anos. Em sua opinião, chegou a hora de percebermos que passamos dos limites e é hora de enfrentar as consequências das mudanças climáticas.

Em todo o mundo, devido às alterações climáticas, casos de incêndios catastróficos vêm aumentando. Ao longo da última década, somente na Tasmânia, ocorreram pelo menos 30 incêndios florestais causados ​​por raios. Este tipo de incêndio, de acordo com os especialistas, é influenciado pelas mudanças climáticas.

As florestas da Tasmânia são patrimônio da UNESCO e são comparáveis ​​aos corais da Grande Barreira de Corais da Austrália. São assim consideradas seja pelo valor natural que agregam seja pela fragilidade e perigo em que se encontram.

Leia também:

setaADEUS FLORESTAS EM 2030? VEJA QUAIS SÃO OS “PULMÕES VERDES” MAIS EM RISCO

setaAS FLORESTAS TROPICAIS ABSORVEM MAIS DIÓXIDO DE CARBONO DO QUANTO SE PENSAVA

Fonte fotos: theguardian