Alckmin já recebeu o prêmio pela gestão d’água

Não adianta assinar a petição on line: o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, já recebeu o seu prêmio sobre gestão hídrica da Câmara dos Deputados pelo seu trabalho à frente da Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos.

Trata-se do Prêmio Lúcio Costa de Mobilidade, Saneamento e Habitação 2015 que tem como meta reconhecer as iniciativas que buscam a melhoria da vida dos cidadãos. O mais curioso nessa história é que, até pouco tempo atrás, o governador sequer reconhecia a existência da crise, porém sua gestão foi classificada como digna de premiação.

Mas não é assim que pensa uma parte (acredito que enorme) da população paulista, que até entrou com abaixo assinado online pedindo a retirada imediata da indicação de Alckmin ao Prêmio de Gestão de Recursos Hídricos, o que foi muito bem recebido e compartilhado pelos usuários das redes sociais.

Mas a verdade é que o governador já recebeu o prêmio e ainda por cima, declarou-se merecedor: “Modéstia à parte, é merecido! São Paulo é hoje um modelo para o Brasil do ponto de vista de recursos hídricos. Por quê? Primeiro, não teve seca só em São Paulo. Teve em 1.500 municípios. O único ente federativo que deu bônus para evitar desperdício foi São Paulo. Nenhum estado, nenhuma prefeitura, nem o governo federal, ninguém fez nada. Nós demos o bônus", disse.

Bônus que veio depois de negligenciar os inúmeros avisos feitos pela Sabesp e especialistas sobre os riscos de seca no estado, deixando a solução, mais uma vez, nas costas do povo. Que, sem dúvida alguma, poderia até reclamar de um possível aumento na conta por causa de obras de melhorias no sistema, mas preferiria fazê-lo a não ter água, ao invés de receber um “bônus” para não tomar banho.

É bem verdade que devemos, sim, fazer a nossa parte. Dados da ONU revelam que até 2050 a cada três pessoas, duas sofrerão com falta d’água. Portanto, é fundamental economizar água. Temos algumas dicas importantes em nosso site, conselhos de especialistas no assunto, e informação sobre quais os alimentos que mais utilizam água potável em sua produção.

Este último serve para deixar bem claro que não basta apenas acreditar que, pagando, a água vai chegar. Não é assim, pois a água é utilizada em praticamente todas as atividades humanas. Até uma calça jeans consome mais de 15 mil litros de água para ficar pronta. É difícil pedir para as pessoas deixarem de usar calça ou de se alimentarem, não é mesmo?

Leia também:

COMO ECONOMIZAR ÁGUA EM CASA: CONSELHOS DE ESPECIALISTAS

OS 10 ALIMENTOS QUE MAIS CONSOMEM ÁGUA PARA SEREM PRODUZIDOS

Por isso sempre que você puder economizar, faça-o! Mesmo que fique revoltado, e com razão, com a indicação absurda do governador ao Prêmio de Gestão Hídrica, não desconte desperdiçando o elemento da vida.

Ah, e o responsável pela indicação de Alckmin ao prêmio foi o deputado federal João Paulo Papa, do PSDB de São Paulo.

Fonte foto: avaaz.org