Cidadãos planetários se organizam para Marcha do Clima 2015

  • atualizado: 

foto

Nas vésperas da Cúpula do Clima 2015, em Paris, estaremos nas ruas pelas mudanças necessárias. Você também pode ajudar organizando uma manifestação, pequena ou grande, em sua cidade – o que importa é estarmos unidos por uma causa justa.

Em novembro 2015 acontecerá, em Paris, a maior Cúpula do Clima da década. E esta será uma ótima oportunidade para que, finalmente, os líderes mundiais concordem com uma meta revolucionária que faça a diferença, realmente.

E, imediatamente antes do começo da Cúpula do Clima, serão feitas muitas manifestações mundo afora – a Marcha do Clima 2015, que terá lugar no 29 de novembro, em todas as grandes cidades, e nas pequenas, também.

Hoje nós, cidadãos planetários, temos muito mais aliados que antes. Agora, muitos que antes não aceitavam a necessidade de que a humanidade deixe de usar combustíveis fósseis, já o aceitam como inevitável.

Então, junte-se a nós, nessa chamada organizada pelo AVAAZ que criou uma comunidade para essa mobilização. Clique aqui e veja como se organizar para participar nas marchas, para criar um evento, para saber onde estes vão acontecer.

Paris não é o destino final contra as mudanças climáticas, mas não faltam motivos para termos esperanças de que o impasse sobre o assunto acabe nessa Cúpula: o Papa Francisco pediu ações sérias contra a mudança do clima e os países do G7 se comprometeram a eliminar gradativamente os combustíveis fósseis de suas economias; enquanto isso, os custos de energia renovável ​​caem a cada dia.

Em todo o mundo, o movimento pelo clima está vencendo, forçando a energia limpa na pauta de líderes nacionais e tirando milhões de dólares em subsídios dos combustíveis fósseis.
Já temos a tecnologia que precisamos para desencadear uma revolução e mudar o curso de nossa história para longe das mudanças climáticas. Mas durante décadas, houve incentivos públicos bilionários para poderosas empresas de combustíveis fósseis. A menos que nossos líderes se dêem conta que as pessoas em todas as partes do planeta vão lutar pelo seu futuro, há um risco real de que os políticos cedam à pressão das empresas novamente.

Nosso movimento com 42 milhões de pessoas foi construído para pôr um fim nisso!

As marchas do clima em 2014 colocaram nossos líderes a par de um novo mundo que vem aí. Agora precisamos de uma marcha gigante em Paris, com ações coordenadas nas principais cidades globais e milhares de eventos menores em solidariedade organizados em todo o mundo para garantir que nossos governos saibam que não vamos deixar que os lucros de empresas de combustíveis fósseis sejam mais importantes que o futuro de nossa espécie.

Leia também:

Fonte foto: avaaz.org