Derramamento de petróleo na Califórnia: milhares de litros de óleo no mar e animais em risco

Derramamento de petróleo na Califórnia

Derramamento de óleo na costa de Santa Barbara County, Califórnia. Uma enorme mancha se espalhou em questão de minutos.

Embora os números ainda não sejam definitivos, teme-se que tenha sido derramado no Pacífico 400.000 litros de óleo. A culpa foi de uma falha no oleoduto operado pela Plains All American Pipeline.

Até agora, cerca de 80.000 litros já viajam no meio do oceano.

“Hoje, a Plains All American Pipeline soube do vazamento de petróleo bruto a partir do seu gasoduto de 60 centímetros localizado em Las Flores Gaviota em Santa Barbara.

Os relatórios iniciais indicam que o petróleo vazado atingiu um canal subterrâneo que leva ao Oceano Pacífico. Como resultado, o derrame afetou a água do mar e da costa. Neste momento, a quantidade de óleo liberado é ainda desconhecido", lê-se em um comunicado divulgado ontem pela empresa.

O governador da Califórnia, Jerry Brown, declarou estado de emergência, temendo os efeitos do derramamento de óleo perto do Refúgio State Beach. Durante a noite, o tamanho da mancha negra se arregalou, dobrando de 6 para cerca de 14 km. Cifra que se revelou maior do que o esperado, como disse o capitão da guarda costeira, Jennifer Williams.

O Refúgio State Beach foi evacuado e fechado por tempo indeterminado. A área é um lugar sensível e importante para várias espécies, incluindo baleias e aves marinhas raras, já afetadas pelo desastre.

A Guarda Costeira está empenhada na limpeza da água e tentando limitar os danos através da remoção do óleo. Uma equipe de especialistas em vida selvagem foi convocada imediatamente a ir ao local, para cuidar dos animais envolvidos no desastre ambiental.

Vazamento Óleo Califórnia

Vazamento Óleo Califórnia

Santa Barbara faz bis. Em 1969, a cidade tinha sofrido outro incidente similar. Este desastre é, portanto, o segundo que ocorre nesta área. Annie Leonard, diretora executiva do Greenpeace EUA, comentou:

"Os derramamentos de petróleo não são acidentes. Eles são o resultado direto da má supervisão das empresas de combustíveis fósseis que colocam seus lucros acima do impacto sobre o homem e o ambiente. Sempre que ocorre um vazamento, a explosão de um meio que transporta óleo ou algum outro desastre, exortamos nossos líderes para assumirem a responsabilidade de promover mudanças. Até agora eles não demonstraram coragem de resistir ao 'Big Oil’”.

O Deus Petróleo em primeiro lugar. No entanto, existem alternativas. E mesmo Califórnia já as está enfrentando. O estado norte-americano, de fato, iniciou políticas importantes para a propagação da energia fotovoltaica e renovável em geral.

A esperança californiana é chegar em 2050, 100% green, conforme revelou um estudo da Stanford University.

Leia também: Shell pagará € 70 milhões para pescadores pelo vazamento de petróleo no Delta do Níger

Fonte fotos: GreenpeaceUsa