Terremoto no Nepal: como ajudar

Terremoto no Nepal

Mais de 3.700 mortos é o número atualizado nesta segunda-feira, mas as vítimas do terremoto no Nepal será certamente muito maior. Escavam-se escombros à procura de sobreviventes, mas as esperanças são cada vez menores. A população precisa de muita ajuda. Cidades inteiras foram destruídas pelos muitos tremores que, no sábado de madrugada, começara a semear morte e destruição.

O último tremor foi de magnitude 4,2 na escala de Richter, com epicentro a 42 km do oeste de Katmandu, registrado hoje às 06:24, hora local, no Centro Europeu Sismológico Mediterrâneo (EMSC). Após o primeiro tremor de magnitude 7,9 Richter no sábado, foram 45 réplicas de 4,5 graus e 15 acima de 6,5 graus.

O Nepal é uma área caracterizada por uma elevada sismicidade, considerado um dos Estados com maior risco sísmico no mundo. A atividade sísmica da região é causada pela convergência da placa indiana ao sul, e da euro-asiatica ao norte, o que levou à formação do Himalaia.

Entre os mortos confirmados até agora, também estão 18 alpinistas que morreram em uma avalanche desencadeada por um terremoto no Monte Everest, que atingiu diretamente o acampamento base, onde os alpinistas estavam.

Muitas vítimas também fora das fronteiras do país: 36 na Índia, 12 na China, quatro em Bangladesh e 6 no Tibete. Quase 5.000 feridos. Não há até o momento, informações de brasileiros entre as vítimas

Um dos símbolos de Kathmandu, a histórica Torre Dharahara, Patrimônio da Unesco, desabou sobre si. Os hospitais da cidade estão em colapso e a população já passou duas noites ao céu aberto.

O Primeiro-Ministro, Bamdev Gautam, declarou estado de emergência e pediu ajuda humanitária aos países vizinhos e à comunidade internacional.

Facebook e Google criaram dois serviços para a busca de sobreviventes. A rede social criou a página "Terremoto no Nepal. Você está bem? Diga ao Facebook", que permite encontrar amigos presentes nos locais dos terremotos que relatam estar entre os sobreviventes. O Google, ativou o Personfinder que permite procurar amigos e parentes, assim como dar informações sobre estes.

Como ajudar?

Brasileiros criaram esta página no Facebook para ajudar a população local e também para procurar brasileiros desaperecidos.

Apple pede aos usuários do iTunes para que doem valores entre US$ 5 e US$ 200 à Cruz Vermelha Americana em ajuda ao Nepal.

Outras instituições por onde fazer doações:

Ammado: para doar à Cruz Vermelha

Unicef: doe a partir de 50 dólares

World vision: faça doações entre 50 e 3.250 dólares

Care: doe quanto quiser

Save the Children: doe para as crianças do Nepal