Uma máquina que faz chover

máquina que faz chover

Recentemente um engenheiro mecatrônico de São Paulo criou uma máquina de fazer águas. Isso mesmo, sua máquina utilizava a umidade disponível no ar e, através de mecanismos elaborados, produzia água. O processo é lento e de baixa produção, portanto, nada que possa salvar populações inteiras de períodos escassos de água. Mas parece que a tecnologia pode, no futuro, nos salvar deste problema em larga escala, pois uma empresa alemã criou uma máquina que faz chover em locais secos.

A tecnologia do maquinário é constituída por um conjunto de tubos de metal, que faz uso da física orgânica para conseguir produzir chuva, em bom volume. A ideia é acabar de uma vez por todas com a preocupação cada vez mais crescente com a falta de água, assunto mais em voga do que nunca no Brasil e, consequentemente no mundo, afinal, se no país com a maior reserva de água doce existente – 12% de todas as reservas no mundo – a escassez agora atinge áreas que nunca sofreram com o problema, some isso ao aumento de temperatura, e teremos motivos mais do que suficiente para colocar todas as nações em alerta.

E é por isso que a Fundação alemã Desert Greening desenvolveu um dispositivo que leva chuva a locais secos (cada vez mais numerosos), que é semelhante aos para-raios, em que o sistema atrai nuvens e chuvas em um raio de aproximadamente 200 km².

A tecnologia foi criada com base em um método desenvolvido por Wilhelm Reich, denominada "cloudbuster”,

A Desert Greening testou o aparelho no sul da Argélia e na África, em locais desérticos e com temperaturas muito altas, em que havia apenas uma fazenda cuidada por uma família que tira seu sustento de lá. O resultado foi um sucesso e a máquina fez chover na região. Tímida, porém com um resultado muito animador para o futuro.

A fundação Desert Greening, cuja filosofia é cuidar do bem-estar das pessoas e do meio ambiente, espera utilizar o dispositivo para ajudar as pessoas em dificuldades por conta da estiagem dos lugares em que vivem.

Mas enquanto a máquina de fazer chover não se torna uma realidade maior e capaz de resolver todos os problemas da seca, o jeito é economizar água nos lares, empresas, comércios e indústrias. Assim como aprender a captar a água da chuva natural e utilizá-la da melhor forma possível, pelo menos enquanto a chuva artificial não chega.

Leia também: Mora em São Paulo e ainda não usa água da chuva?

Fonte foto: desert-greenig.com