Amazônia: desmatamento aumenta mais de 400% em novembro de 2014

desmatamento aumenta mais de 400% em novembro de 2014

A ONG Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) fez mais um levantamento, não-oficial, sobre a situação do desmatamento. No estudo, configurou-se um resultado terrível: 427% de crescimento de desmatamento na Amazônia Legal em novembro de 2014, em comparação ao mesmo mês de 2013.

O sistema que a Imazon utiliza conseguiu localizar 195 km2 de desmatamento, enquanto em 2013, no mesmo mês de novembro, foram 37 km2. Há, inclusive, um detalhe a se ressaltar: em 2014 o rastreamento cobriu 67% da floresta, contra apenas 42% do espaço, em 2013.

Os estados campeões em desmatamento em novembro de 2014 são:

1-Pará (70%);

2- Mato Grosso (18%);

3- Roraima (5%);

4- Amazonas (4%)

5- Amapá (1%), Rondônia (1%) e Acre (1%).

Já em relação à degradação da floresta, temos 86 km² no mês de novembro de 2014. 855% a mais do que os 9 km² registrados no ano anterior.

Já a versão oficial dos dados do governo federal apontam diminuição de 18%, no desmatamento da Amazônia Legal em 2014. Esses dados, tomados como oficiais porque são do governo, são obtidos a partir do Prodes (Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal). Como existem diferenças entre as formas como são feitas as aferições, não há, a grosso modo, comparação possível entre os levantamentos. Todavia permanece um espaventoso abismo entre números.

Leia também: Dados do governo: desmatamento na Amazônia Legal em 2014 caiu em 18%