No Paraná, lodo de esgoto tratado vira adubo!

  • atualizado: 
Lodo de esgoto

Um projeto da Sanepar - Companhia de Saneamento do Paraná - usa o lodo resultante do processo de tratamento de esgotos como adubo em grandes culturas.

Os critérios de uso do lodo das estações de tratamentos de esgoto são definidos pela legislação CONAMA (leia também este trabalho da EMBRAPA sobre a questão legal do uso de lodo de esgoto em agricultura), para parâmetros como a quantidade de metais pesados e os parâmetros biológicos (quantidade de bactérias).

Mas como pode isso?

O lodo de esgoto não pode ser usado em áreas de mananciais e nem em cultivos de hortaliças pois estas são consumidas, muitas vezes, cruas e poderão levar alguma contaminação bacteriana ao consumidor. Mas, em culturas que não serão usadas in natura, o lodo, que é a resultante da decomposição do esgoto doméstico pela ação de bactérias decompositoras, é um material bastante positivo, especialmente para ajudar o solo na recuperação dos seus índices de matéria orgânica.

O que é e como é o lodo de esgoto

Este lodo de esgoto é um material pastoso (quando sai de grandes estações de tratamentos e centrifugado) ou seco (em pequenas estações).

O lodo de esgoto é rico em nitrogênio e fósforo mas, é pobre em potássio, elemento que se perde na água de decantação. Por outro lado, é rico em cálcio pois, as estações de tratamento de esgoto higienizam este material com cal - este acréscimo é interessante para os produtores que trabalham terras ácidas (que requerem o incremento de calcário, anualmente, para equilibrar seu pH).

Adubo grátis...

Este projeto já vem ocorrendo desde 2009 e o lodo de esgoto é distribuído, gratuitamente, pela Sanepar, a todos os produtores cadastrados para tal fim.

Segundo a coordenadora do projeto, Simone Bittencourt, atualmente participam da distribuição 30 municípios paranaenses nos quais, cerca de 200 produtores estão cadastrados para o uso agrícola do lodo.

A produção de lodo de esgoto é um resíduo comum a todas as estações de tratamentos de esgoto atualmente em funcionamento no nosso país. O esgoto, nestas estações, primeiro é tratado por filtragem de resíduos pesados (grelhas, filtro de brita e filtro de areia) e, posteriormente, por decantação, em lagoas apropriadas.

e rico

O lodo é o resíduo que decanta no fundo das lagoas, material muito rico em matéria orgânica, bactérias decompositoras (que são boas para todo tipo de solo) e, dependendo da composição, pode conter metais pesados e patogênicos que são objetos das limitantes legais mencionadas acima.

Esta notícia foi divulgada pela EBC onde você poderá ouvir o áudio da entrevista realizada com Simone Bittencourt na íntegra.

Especialmente indicado para você:

setaBRASILEIRO DESENVOLVE SISTEMA NATURAL PARA TRATAMENTO DE ESGOTO

setaMAIOR PRODUTIVIDADE NA AGRICULTURA USANDO RESÍDUOS DO TRATAMENTO DO ESGOTO