Parceria torna possível a coprodução de produtos orgânicos

consumo-orgânico

Existe um traço verde em Brasília.

 Na capital federal, mais exatamente em Sobradinho, está escondida a Toca da Coruja, um sítio de produção orgânica de base agroecológica que abriga um núcleo de uma Comunidade que Sustenta a Agricultura (CSA). Cada um que chega ao local leva alguma coisa e é recebido com muito carinho.

No sítio, há vários canteiro de onde a idea da CSA brota espalhando o conceito e a ação de ser coprodutor do que se consome. Nesse sistema, produtor e consumidor trabalham em parceria. O primeiro garante a sua renda semeando a produção sustentável e o segundo tem a garantia de comprar produtos frescos e livres de agrotóxicos.

coprodução produtos orgânicos 2

Segundo o Instituto Kairós, o preço dos produtos orgânicos é elevado por causa dos atravessadores. Na Toca da Coruja, os orgâncicos não são produtos green gourmetizados, porque, além da produção, a horta é um laboratório no qual acontecem trocas de experiência e de conhecimento.

coprodução produtos orgânicos

Grupo CSA reunido

Os agricultores Andrea e Fabio começaram a plantar para consumo próprio, mas acabaram expandindo a produção, que hoje é de 22 cestas com 10 produtos semanalmente. Cada cotista paga R$ 241, em média, por mês. A entrega é feita semanalmente, na Asa Norte, na casa de uma consumidora.

Todos os envolvidos na CSA acreditam ser possível organizar uma vida de forma colaborativa e mais saudável.

A coprodução de orgânicos pode ser levada à frente por você e um grupo que, também, acreditam nessa ideia.

Leia também:

THE ORGANIC EFFECT: O QUE ACONTECE QUANDO COMEMOS SOMENTE ORGÂNICOS?

COMO RECONHECER SE O ALIMENTO É MESMO ORGÂNICO?

A FAMÍLIA QUE PRODUZ 2.700 KG DE COMIDA POR ANO EM 370 M2

Fonte: thegreenestpost