Técnica japonesa usa patos, peixes e plantas para produzir arroz orgânico

Um agricultor japonês, Takao Furuno, resolveu combinar patos, peixes e plantas no seu cultivo de arroz, buscando uma forma orgânica de produzir. Esta forma de cultivo teve início em 1970 quando Takao Furuno decidiu introduzir a criação de patos e peixes (carpas) no seu arrozal.

A introdução de patos no sistema de cultivo de arroz, onde já era comum a criação de peixes, possibilitou a produção de grandes safras, livres de qualquer agrotóxico, com boa fertilização do solo e, conseqüentemente, das plantas assim como a redução de insetos e pragas comuns ao arrozal pois, estas são consumidas tanto pelos patos como pelos peixes.

O uso de patos e peixes incrementou a produção em mais de 10%, promovendo uma melhor oxigenação da água, resultante da movimentação dos pés dos patos, e acréscimo de importantes quantidades de fósforo e outros nutrientes, oriundos das fezes dos animais.

O método de Takao Furuno, considerado mundialmente um “agricultor social”, está sendo veiculado no e-Paraná na série Mestres em sua Profissão da Secretaria de Comunicação Social. Esse método poupa tempo e esforços significativos gerando grandes safras isentas de produtos químicos de quaisquer tipo.

Nos seus estudos, Takao Furuno também reconheceu o efeito benéfico de um tipo de samambaia, conhecida como azolla, que ajuda a fixar o nitrogênio no solo, elemento muito importante na produção do arroz.

Em 3,2 hectares de arroz, Takao Furuno conseguiu arrecadar US$ 168 mil por ano produzindo, sem simultâneo, arroz, carne de peixe, de pato, ovos e verduras orgânicas.

Sua técnica foi multiplicada – hoje mais de 75 mil agricultores da Ásia a utilizam. Com isso, foram abandonados os agrotóxicos nos seus cultivos de arroz.

Takao Furuno é considerado um empreendedor social, e foi premiado como tal, pela sua técnica inovadora, em 2008 pela Fundação Schwab. Também tem um livro seu, “The Power Of Duck” no qual descreve suas experiências.

Mas, Takao Furuno espera ver os patos arrozeiros (espécie aigamos) nadando em todos os arrozais do planeta.

Leia também: 10 HISTÓRIAS DE RESISTÊNCIA CAMPONESA: AGRICULTORES CONTRA MULTINACIONAIS

Fonte foto: wikipedia.org