O supermercado de comida destinada ao lixo, onde se paga com voluntariado

o-armazém

Todos os anos, mais de um bilhão de tonelada de alimentos acabam indo parar no lixo sem terem sido consumidos, enquanto cerca de 800 milhões de pessoas têm dificuldade ou sequer conseguem consumir pelo menos uma refeição decente por dia. Uma situação paradoxal e injusta que vem inspirando projetos e iniciativas que visam evitar o desperdício e atender às necessidades daqueles que mais precisam. Este é o exemplo que vem de um supermercado especial recentemente inaugurado na Inglaterra.

No último dia 29 foi aberto em Pudsey, perto de Leeds, o primeiro supermercado de resíduos alimentares do Reino Unido: produtos destinados ao lixo, porque não vendidos e, por conseguinte, jogados fora pelos supermercados, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais, são recolhidos e colocados à venda, e podem ser adquiridos por qualquer pessoa com uma doação monetária espontânea ou com atividades de voluntariado.

O supermercado em questão ainda não tem um nome - no momento é informalmente chamado de "o Armazém" - e é de iniciativa do The Real Junk Food Project, uma organização que há anos vem lutando contra o desperdício de alimentos. Os voluntários que trabalham lá tentam garantir a abertura ao público durante os sete dias da semana, por várias horas por dia, a fim de satisfazer as necessidades de todos.

o armazem 2

O projeto visa seguir as experiências virtuosas nascidas em outros países europeus, como a "WeFood" dinamarquesa, a cadeia de lojas aberta em janeiro passado, que vende produtos com data de validade recentemente vencida, mas que ainda podem ser consumidos. Ao mesmo tempo, políticos e governos, da França à Itália, também vêm finalmente reconhecendo a existência do problema do ”desperdício alimentar", através do lançamento de iniciativas que promovam a doação de alimentos não vendidos.

Dupla vantagem

o armazem 3

A vantagem de supermercados como ”o Armazém" é dupla: por um lado, limita-se o desperdício de alimentos perfeitamente comestíveis mas sem valor comercial - talvez porque são esteticamente pouco atraentes ou porque estão poucos dias antes ou depois da data de validade vencer. Tais alimentos são recuperados e comercializados; por outro lado, graças ao sistema do pague o quanto quiser, "pay as you feel", pessoas e famílias que enfrentam dificuldades econômicas têm a oportunidade de ir às compras gastando muito pouco ou nada.

Ainda que a experiência de Leeds seja muito recente, muitas pessoas já frequentam o Armazém para se abastecerem de alimentos, e muitas vezes fazem o pagamento por meio de atividades voluntárias. Um sistema que parece particularmente inteligente, porque favorece a criação de uma rede de solidariedade social, fazendo as pessoas doarem e trocarem o que elas têm, sejam suas habilidades especiais ou os seus tempos. 

o armazem 4
Fonte fotos: Facebook

Adam Smith, fundador do Real Junk Food Project que por dez anos trabalhou como cozinheiro em vários países ao redor do mundo, disse em uma entrevista ao The Independent que o objetivo de sua organização é abrir um supermercado deste tipo em cada cidade no Reino Unido.

Paralelamente, o The Real Junk food Project - famoso por ter lançado o "pay-as-you-feel cafe”, a primeira cadeia de bares onde se servem pratos feitos com alimentos destinados ao lixo - leva avante o projeto Fuel for School que permite entregar pão, frutas, legumes e produtos lácteos não vendidos nas escolas, a fim de alimentar as crianças que não podem pagar a merenda. Graças a este sistema, a cada semana, 12.000 pequenos estudantes ingleses têm acesso à refeição.

Ideias, projetos e iniciativas inteligentes que, em suma, reduzem o desperdício e garantem a muitos, o direito de comer refeições decentes.

Leia mais sobre desperdício de alimentos:

IDEIAS DO MUNDO INTEIRO CONTRA O DESPERDÍCIO DE ALIMENTOS

LEI FRANCESA EVITA DESPERDÍCIO E AJUDA NO COMBATE À FOME

DESPERDÍCIO DE ALIMENTOS: CANADÁ VENDE ALIMENTOS "NATURALMENTE IMPERFEITOS”

COMBATE AO DESPERDÍCIO DE ALIMENTOS: UM APLICATIVO PARA DOAÇÃO DE COMIDA!