Dieta vegetariana: amiga do meio ambiente

Dieta vegetariana

Segundo estudo feito por cientistas da Loma Linda University Medical Center, nos EUA, uma alimentação vegetariana é mais sustentável para o meio ambiente e reduz as emissões de gases do efeito estufa. Outra conclusão é a de que os vegetarianos podem viver mais.

Painel comparativo

Esses cientistas analisaram os padrões alimentares de 73 mil participantes e compararam hábitos vegetarianos, semi-vegetarianos e não-vegetarianos para quantificar e comparar as emissões de gases de efeito estudo e os índices de mortalidade. A taxa de mortalidade para os não-vegetarianos era quase 20% maior do que para os vegetarianos e semi-vegetarianos.

Estudo inédito sobre perfil alimentar

Essa análise, recentemente publicada no Journal of Clinical Nutrition, se vale de observações que têm sido feitas no sentido de estabelecer conexões entre a alimentação e a contribuição para o aquecimento da Terra. Esse estudo foi o primeiro a se valer de grandes parcelas da população, como amostragem de análise.

As dietas vegetarianas resultam em quase um terço a menos de emissões em comparação com as dietas não-vegetarianas. O artigo afirma que a produção de alimentos de origem animal para consumo humano provoca emissões significativas de gases de efeito estufa – seja em face da derrubada de grandes espaços de vegetação para o estabelecimento de áreas de pastagens, ou então pela liberação de gás metano, por parte do gado.

Benefícios de uma alimentação vegetariana

Dessa forma, parar de consumir alimentos de origem animal pode ser uma ferramenta viável e eficaz para reduzir as mudanças climáticas e melhorar a saúde pública.

Esse segundo quesito teria melhorias, pelo fato de uma dieta baseada em vegetais não ser responsável pela construção de tumores e cânceres, bem como outras enfermidades do trato digestório e baixas de imunidade.

Mesmo pequenas reduções no consumo de carne já trazem benefícios significativos e auxiliam na segurança alimentar mundial.

Quem não consegue de jeito nenhum viver sem carne poderia ao menos tentar escolher a carne orgânica. No Brasil existem 12 fazendas certificadas. Leia aqui sobre a pecuária orgânica.