Veganos também comem Suspiro. Conheçam Aquafaba e a Receita do Suspiro Vegano!

  • atualizado: 
aquafaba

Para quem não conhece essa brilhante descoberta, vem esse conteúdo contar, aos quatro ventos, que vegano come sim suspiro e, até, outros alimentos que utilizem clara em neve do ovo, sem precisar utilizar esse ingrediente.

Isso é possível, graças à AQUAFABA, um ingrediente substitutivo da claras em neve do ovo.

A aquafaba, nada mais é que a água do cozimento do grão-de-bico, que devido a sua propriedade espumante, tem mesmo efeito da clara em neve do ovo.

Aquafaba – do latim aqua (água) + faba (feijão, grão)

O que saberemos através deste conteúdo?

1. Razões da aquafaba ser melhor opção de ingrediente nas receitas culinárias
2. Grão-de-bico e aquafaba - 2 em 1
3. Fórmula mágica para transformar a água de grão de bico em aquafaba (clara em neve vegetal)
4. Transformação da aquafaba em diversas receitas culinárias
5. Vídeos mostrando como se faz a aquafaba e o suspiros veganos, com mais informações e explicações adicionais
6. Como a aquafaba surgiu e ficou conhecida
7. Alguns exemplos de receitas culinárias veganas, que são possíveis fazer com a aquafaba
8. Comer é uma ato de Paz e Consciência!

 

1. Razões da AQUAFABA ser melhor opção de ingrediente nas receitas culinárias

As vantagens desse substituto vegetal da clara de ovo são que:

É um ingrediente simples;
Fácil de encontrar;
Rende mais;
Altamente nutritivo e saudável;
Traz muitos benefícios à saúde;
E, de quebra, é econômico, pois, ao cozinhar o grão-de-bico, se aproveita a água para fazer a aquafaba, não há desperdício.

Além de todas essas vantagens a aquafaba substitui as claras em muitas receitas doces e salgados.

Possui nutrientes, como amidos, proteínas e outros sólidos solúveis vegetais.

Tem propriedades emulsionante, espumante, gelatinizante e espessante. 

2. Grão-de-bico e aquafaba - 2 em 1

Primeiro se cozinha o grão-de-bico, para fazer algum delicioso prato com esse ingrediente, existem várias receitas para isso. Abaixo uma lista de receitas que estão no site Cantinho Vegetariano:

» Torta de Grão-de-Bico
» Homus
» Falafel de Grão-de-Bico
» Salada de Grão-de-Bico e Folhas Verdes
» Espinafre com Grão-de-Bico
» Hambúrguer de Grão-de-Bico
» Homus com Pimentão Vermelho Grelhado
» Quibe de Grão-de-Bico e Cenoura
» Falafel
» Torta Cremosa de Grão-de-Bico
» Bolinho de Grão-de-Bico
» Salada de Grão-de-Bico com Pupunha
» Charutinhos de Grão-de-Bico
» Grão-de-Bico Torrado
» Nhoque de Grão-de-Bico com Molho de Tomate Fresco
» Surpresas de Grão-de-Bico
» Homus
» Rolinhos de Grão-de-Bico e Queijo
» Aperitivo de Grão-de-Bico
» Tomate Recheado com Arroz e Grão-de-Bico
» Salada Quente de Grão-de-Bico
» Grão-de-Bico Crocante
» Cuscuz Marroquino de Legumes e Grão-de-Bico
» Salada de Feijão Branco ou Grão-de-Bico
» Homus de Beterraba
» Rolinho à Moda Síria
» Pasta de Grão-de-Bico com Molho de Tahine
» Falafel da Jean
» Grão-de-Bico com Abóbora, Alho-Poró, Ervilha-Torta e Hortelã
» Espaguete com Grão-de-Bico, Espinafre e Molho Picante de Tomate

3. Fórmula mágica para transformar a água do grão-de-bico em aquafaba (a clara em neve vegetal):

pavlov vegano

Foto: Pavlova de mirtilos vegano

Receita Simplificada:

Ingredientes:

  • Água de cozimento do grão-de-bico, se não tiver grão-de-bico, pode ser a água do cozimento de outra leguminosa ou de tofu.
  • Dê preferência para o grão-de-bico, por ser mas eficaz e consistente para este fim.
  • Essência a gosto
  • Açúcar
  • 1 colher de chá de goma xantana (opcional, porém, deixa a neve mais resistente)

Modo de fazer:

  • Deixe o grão-de-bico de molho, em água, por uma noite.
  • Em seguida, cozinhe o grão-de-bico e separe a água do cozimento.
  • Ferva esta água, por mais 10-15 minutos, para que ela fique mais concentrada.
  • Utilize 50 ml (3/4 de xícara) desta água, adicionando:
  • 1 colher de chá de goma guar ou xantana (espessante, é opcional)
  • Gotas de suco de limão (age como estabilizante)
  • Açúcar a gosto (não precisa ser o de confeiteiro).
  • Misture a goma guar (opcional) com a água de cozimento e bata, em batedeira, até atingir consistência de clara em neve.
  • Após esse procedimento, acrescente as gotas de suco de limão e o açúcar. Prontinho!

Agora, confira as opções culinárias que podem ser feitas, com esta clara vegetal.

4. Transformação da aquafaba em diversas receitas culinárias:

suspiro vegano

Foto: suspiro vegano

1. Suspiro

Assar a mistura em montinhos, em forno baixíssimo.

2. Pavlova

Usar como base para receita deste doce.

3. Recheio de Mashmallow

Como Mashmallow mole pra rechear bolos, cupcakes etc.

4. Cobertura de bolos e doces

Utilizar como cobertura de torta de limão ou outros bolos, tortas e doces.

5. Diversos Biscoitos

Como base pra fazer biscoitos, como os Macarons franceses, os Amaretti italianos, entre outros.

Obs: Pode-se utilizar a água do grão-de-bico, sem o açúcar, para receitas salgadas, como: omeletes, falafel, tortas, bolinhos, suflês, entre outros.

5. Vídeos

Vídeos mostrando como se faz a aquafaba e os suspiros veganos, com mais informações e explicações adicionais

A culinarista carioca Sílvia Hippert, do Canal Sim, Eu posso Isso, mostra e explica, direitinho, como realizar essa façanha!

 

 

Nestas receitas, ela utilizou um ingrediente à mais, o Cremor Tártaro

6. Como a aquafaba surgiu e ficou conhecida

A aquafaba foi descoberta por Joël Roessel, um francês vegano de 33 anos, apaixonado por culinária, ente outras atividades.

Sua invenção teve origem da pesquisa e experimentação, visando obter um ingrediente substitutivo da clara em neve do ovo.

No final de 2014, a partir da primeira espuma consistente, obtida da água do cozimento de feijões vermelhos, sua investigação foi evoluindo até a descoberta que a água espumante do grão-de-bico seria a melhor alternativa, e, assim, surgiu a aquafaba.

No começo de 2015, um jovem chamado Goose Wohlt, resolveu testar a invenção de Joël Roessel e comprovou a eficácia da aquafaba, em um merengue feito por ele.

Goose Wohlt publicou e compartilhou essa receita no grupo do Facebook What fat vegans eat.

Desde então essa novidade se espalhou pela Internet.

Veganos e pessoas com restrição alimentar, do mundo inteiro, deram pulos de alegria, de poder fazer e degustar suspiros, merengues e outras deliciosas receitas, sem precisar de ovo!

A partir dessa descoberta e de sua divulgação, se tornou possível realizar muitas receitas, sem precisar tirar os ovos da galinha e perpetuar a exploração delas!

Viva Joël Roessel e Goose Wohlt!

Essa invenção tornou possível fazer muitas receitas, que antes não se conseguia fazer, sem produtos de origem animal.

Agora, o céu é o limite!

7. Alguns exemplos de receitas culinárias veganas, feitas com aquafaba

Suspiros;
Macarons (doces de origem francesa);
Mousses;
Cupcakes;
Coberturas e recheios para bolos;
Tortas geladas;
Merengue;
Wafer;
Mayo (maionese);
Manteiga, Queijo;
Pavlovas;
Suflês;
Omelete;
Panqueca;
Assados e muito mais.

8. Comer é uma ato de Paz e Consciência!

Agora, não tem mais essa que vegano não come isso ou aquilo ou que não é possível comer omelete e suspiro, sem usar ovos!

Quantas delícias dá para fazer e comer, de forma saudável e nutritiva, sem prejudicar a vida das galinhas e seus pintinhos, não colaborando para perpetuar o sofrimento destes seres, tratados como objetos pela indústria granjeira!

Façam a opção pela alimentação vegana e perceberão que a PAZ começa no prato!