Na Itália, pais que impõem dieta vegana aos filhos poderão ser presos

bebê-vegano

Na Itália, um Projeto de Lei prevê a prisão de pais que impuserem uma dieta vegana aos filhos menores de 16 anos.

A medida, que parece drástica, sobretudo em um país notoriamente conhecido por sua culinária, foi tomada após vários casos de desnutrição que levaram à internação de crianças no país. O mais recente e mais grave deles aconteceu com uma criança de menos de 3 anos que precisou ser reanimada devido a uma grave carência de vitamina B12.  A criança estava muito abaixo do peso e com debilidade de movimentos.

O projeto de lei, cuja autoria é do partido de centro-direita Forza Italia, ainda não foi votado, mas argumenta que a dieta vegana é desprovida "de elementos essenciais para a saúde e o crescimento equilibrado das crianças".

A pena imputada aos pais que impuserem a dieta vegana aos filhos será de um ano de prisão, podendo chegar a quatro no caso de a criança sofrer alguma doença e a seis anos se vier a óbito.

Há argumentos contrários que defendem que a dieta vegana pode ser adequada às crianças, se ela contiver a quantidade necessária de nutrientes, sobretudo, de vitamina B12. Mas esta vitamina, apesar de estar presente em alguns alimentos de origem vegetal, pode se apresentar em quantidades pequenas nestes alimentos, talvez não o suficiente para suprir as necessidades de uma criança em fase de desenvolvimento. 

Na introdução do projeto, é criticado o modismo, na Itália, de que as dietas veganas e vegetarianas são benéficas à saúde. Mas existem diferenças entre as duas. O veganismo exclui qualquer alimento de origem animal da dieta, tais como: carnes de qualquer origem, gordura animal e gelatina, produtos lácteos, ovos e mel. Sendo assim, para conseguir a vitamina B12 sem consumir nenhum alimento de origem animal, é necessário o acompanhamento de um nutricionista e ou de um pediatra que receite um suplemento de B12. O mesmo não acontece com a dieta vegetariana que normalmente inclui ovos, leite e seus derivados.

Muitos médicos analisaram os quatro casos de crianças hospitalizadas na Itália como uma falta de entendimento dos pais sobre como seguir uma dieta vegana de forma segura. A questão posta em discussão é que um adulto informado tem condições de escolher o que comer, mas, quando se envolvem crianças, é preciso se dar conta de que elas necessitam para a sua formação de um grupo de vitaminas que são deficiente nessas dietas, como zinco, ferro, vitamina D, vitamina B12 e ômega 3. 

Ao mesmo tempo em que se discute esse projeto na Itália, outros três, sobre como viabilizar opções veganas e vegetarianas nas cantinas italianas, também estão em discussão no país. 

Especialmente indicado para você:

CONHECENDO AS PRINCIPAIS DIETAS: VEGANA

DIETAS VEGETARIANA E VEGANA: COMO GARANTIR TODAS AS PROTEÍNAS NECESSÁRIAS

NEM VEGETARIANO NEM CARNÍVORO, OU SEJA, DEMETARIANO

ADEUS CHURRASCO? NEM TANTO! MAS QUANTO MENOS CARNE, MELHOR!

Fontes: g1repubblicacorriere