Café de agrofloresta conquista prêmios e o mercado de cafés gourmets

  • atualizado: 
Café de agrofloresta

O Brasil é a terra do café e, por isso mesmo, é a bebida mais popular do país. O café faz parte da nossa história e da nossa formação nacional.

A história do café no Brasil

O grão de café chegou ao norte do Brasil em 1727 vindo da Guiana Francesa, dado o seu valor comercial à época, informa a Revista Cafeicultura.

As condições climáticas brasileiras foram extremamente favoráveis à lavoura cafeeira, que se espalhou rapidamente para as províncias do sul do país, como Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, além de Bahia e Maranhão.

Mas foi no Vale do Rio Paraíba que o café encontrou terra fértil, dando início, em 1825, ao chamado ciclo cafeeiro na economia brasileira.

Por quase um século, o café foi a maior riqueza do Brasil, acelerando o desenvolvimento econômico e social do país. Ocupou montanhas, fez surgir cidades e dinamizou centros urbanos.

Produção cafeeira hoje

O café é uma unanimidade no Brasil. Agrada a paladares populares e requintados. O país ainda é o maior produtor e exportador de café do mundo, mas perde certo terreno para a Colômbia no quesito qualidade do grão.

Para falar sobre a produção de cafés especiais, o Brasil Rural, programa da EBC, entrevistou Henrique Sloper Araújo, produtor de grão de alta qualidade em uma fazenda no Espírito Santo. Araújo explicou que a diferença do seu café para outras produções do país é a utilização da agrofloresta.

Um dos tipos de café produzido na propriedade de Araújo é o Jacu, um dos mais apreciados no mundo, por ser um café de excelência reconhecida. Mas em sua fazenda, o Jacu é orgânico e biodinâmico, o que significa que os grãos são escolhidos e ingeridos por essas aves quase em extinção no Brasil.

Após os grãos de café passarem pelo intestino dos jacus e serem expelidos, eles são catados e limpos. Para quem não conhece o café Jacu pode parecer estranho esse tipo ser tão degustado, mas acontece que, conforme explica o produtor: "O Jacu é um selecionador de café”, logo é essa seleção a chave para a qualidade do café.

O mercado de cafés especiais tem crescido bastante no Brasil. De acordo com Araújo, esse setor tem crescido 15% ao ano, enquanto o de café convencional cresce apenas 3%.

Num mercado em ascensão, vale a pena investigar não apenas a qualidade do café adquirido, mas se também a produção respeita o meio ambiente e se é socialmente responsável.

Talvez te interesse ler também:

COMO FAZER O CAFÉ MOKA. SUPER DICAS DE UM ITALIANO

CAFÉ FEITO DE ALHO??? OS JAPONESES ADORAM!!!

CAFÉ PODE MATAR? QUAL É O LIMITE RECOMENDADO?

CAFÉ: 10 DIVERSOS MODOS DE SABOREÁ-LO NO MUNDO TODO

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!