Bem-vindo Abril com receitas da estação

verduras abril

E vamos que vamos rumo a uma estação muito agradável no Brasil, com temperaturas amenas e paisagem particular. Bem-vindo Abril! Aqui em GreenMe, como em todo começo de mês, falamos sobre os alimentos em abundância para cada período do ano. Abril nos reserva deliciosas receitas que você irá conferir fazendo em casa e depois contando pra gente o que achou delas, combinado? 

Uma das coisas que mais gosto de fazer na vida é cozinhar. Sou vegetariana há 25 anos e por um acaso vim morar na Itália onde a cada 10 assuntos, 9 são receitas. No país da pasta aprendi a cozinhar de um modo muito mais leve e simples do que somos acostumados no Brasil, ou seja, menos fritura de alho e cebola antes de toda e qualquer preparação e também aprendi a fazer receitas simples: menos é mais!

Para abril escolhi 3 ingredientes principais para a nossas receitas da estação neste mês: espinafre, chicória e mandioquinha:

Espinafre

Nós falamos sobre a importância de comer alimentos que contenham magnésio para a assunção deste sal mineral fundamental em muitas funções do nosso corpo. O espinafre é uma das principais fontes de magnésio. Além disso, como todos sabem, o espinafre nos deixam fortes como o Popeye :) mas também mais ágeis Nossos reflexos, de fato, se beneficiariam muito com este precioso vegetal de folha verde-escuro, como demonstrou este estudo publicado na Cell.

Receita de torta de batata com espinafre

 foto: blog.giallozafferano.it

Calcule duas batatas médias para cada pessoa.

Leve as batatas lavadas e com as cascas para cozinharem em água fervente até que a casca comece a rachar.

Retire-as e espere esfriar um pouco para não se queimar antes de descascá-las e passá-las pelo espremedor de batatas ou mesmo amassa-las com um garfo. Reserve.

Calcule um pequeno ramo de espinafre para cada pessoa (uns 50 gramas para cada).

Lave bem o espinafre para retirar todo o resíduo de terra. Tem gente que compra já lavado, mas nós preferimos mil vezes aquele da horta mesmo.

Escorra muito bem, corte o espinafre em tiras e leve-o para uma panela grande com pouco sal, um fio de azeite de oliva e uma cebola ou alho-poró cortados finamente como quiser. Deixe no fogo tampado em fogo baixíssimo por no máximo 2 minutos, somente para fazê-lo pegar um sabor de cebola e azeite, sem que fique murcho pois ele ainda irá ao forno.

Agora que as batatas estarão mornas e espremidas, em uma tijela grande junte uma colher rasa de queijo parmesão ralado para cada batata e um pouco de sal, misture tudo bem e junte o espinafre cozido com o "caldinho" que ficou nele (deve ter ficado pouco). Pode experimentar o sal e coloque pimenta-do-reino se gostar.

Unte uma forma, com azeite e farinha de rosca por cima do azeite, e coloque a batata com o espinafre, espalhando tudo uniformemente com a ajuda de um garfo. Coloque por cima mais um fio de azeite, mais queijo ralado e farinha de rosca salpicada e por último mais um fio de azeite. Isso fará uma crostinha crocante.

Leve ao forno por 30 minutos a 180 graus para dourar.

Chicória

À chicória são atribuídas ações purificante e desintoxicante, principalmente às suas raízes, que seriam capazes de estimular as atividades do fígado e dos rins. Além disso, a chicória também possui propriedades digestivas, com particular referência à sua capacidade para estimular a produção da bílis. É considerada um laxante e também um diurético naturais. A chicória também têm a capacidade de regular o ritmo cardíaco, reduzir alguns tipos de inflamação e controlar o açúcar no sangue. 

Com todas essas propriedade benéficas, a receita, simples, fácil e gostosa, abaixo, fará com que você inclua mais este prato nas tuas refeições:

Chicória repassada

foto: brigatadicucina.it

Leve um maço de chicória bem lavado para ferver em água. Retire da água quando estiverem cozidos, mas não mole, e escorra bem.

Em uma frigideira coloque um fio abundante de azeite de oliva, sal, um ou dois dentes de alho e pimentas à vontade.

Deixe o alho dourar levemente e coloque a chicória, girando-a bem - "repassando-a" - na frigideira. É um prato muito típico na Itália e a mesma receita pode ser feita com outras verduras da sua preferência como a couve, por exemplo.

Mandioquinha

A nossa amada mandioquinha é um tubérculo muito usado na culinária brasileira. Existem mil e uma receitas para usá-la, mas de tão boa que é, acho que a receita abaixo, super simples, mantém o seu sabor genuíno e suas propriedades benéficas, que não são poucas: fibras e antioxidantes que são antiinflamatórios e antifúngicos naturais, vitaminas C, K e do Complexo B, além de sais minerais como ferro cálcio, cobre, potássio, manganês e fósforo.

Mandioquinha simples refogada

foto: docesdelicias.blogspot

Descasque e corte as mandioquinhas em quadrados médios. Leve-as ao fogo baixíssimo com um fio de azeite e um pouco de sal. Se o seu fogo não consegue ser muito baixo e a mandioquinha estiver para queimar, coloque um fio de água. Cozinhe tampado. Este tipo de cozimento mantém as propriedades do alimento pois devemos evitar de cozinhar em água abundante que será depois jogada.

Para temperar esta delícia, coloque apenas, sal, um fio de azeite de oliva cru e salsinha cortada bem fininha (lave e enxugue bem a salsinha antes de cortar, senão você não irá conseguir cortá-la: molhada ela vira uma pasta).

E tudo pronto para comemorar mais um mês em nossas vidas :)

Fonte foto capa: freeimages.com 

Leia também: Saiba da importância de se alimentar com alimentos da estação