A dieta cetogênica emagrece mas é perigosa. Nutricionistas da Harvard alertam sobre os riscos

  • atualizado: 
dieta cetogênica

A dieta cetogênica deve ser evitada? De acordo com um uma nutricionista norte-americana sim, especialmente se você recorrer a ela apenas para perder peso. Esta dieta ficou famosa porque faria emagrecer rapidamente sendo uma dieta rica em proteínas. Este plano alimentar seria na verdade uma terapia para tratar certas doenças e, portanto, poderia causar sérios riscos se usada a esmo.

A dieta cetogênica é basicamente uma que tende a reduzir drasticamente os carboidratos, a fim de trazer o organismo de volta a um estado metabólico particular, semelhante ao obtido pelo jejum.

Ao contrário porém de outras dietas hiperprotéicas, e que se concentram portanto nas proteínas, a dieta ceto centra-se na gordura, que fornece até 90% das calorias diárias. E não seria o tipo de dieta a ser experimentada, dizem os especialistas.

"A dieta ceto é utilizada principalmente para reduzir a frequência de convulsões em crianças", alerta a nutricionista Kathy McManus, diretora do Departamento de Nutrição da Brigham e do Hospital da Mulher de Harvard.

Como funciona e o que se come na dieta cetogênica

Como já amplamente discutido, a dieta ceto visa "forçar" o corpo a usar um tipo diferente de combustível. Em vez de depender de açúcar (glicose) derivado de carboidratos (tais como grãos, legumes, verduras e frutas), a dieta cetogênica é baseada em corpos cetônicos, um tipo de combustível que o fígado produz a partir da gordura armazenada.

Nesta dieta, a ingestão de carboidratos é reduzida para menos de 20-50 gramas de carboidratos por dia e, em seguida, para o resto do dia, prevê-se apenas a ingestão de gordura para atingir o metabolismo necessário para o estado de cetose. Um exemplo é uma dieta de cerca de 2 mil calorias diárias, que inclua 165 gramas de gordura, 75 gramas de proteína e apenas 40 gramas de carboidratos.

Quanto às gorduras, a dieta cetogênica permite na alimentação diária algumas gorduras insaturadas "boas" como, por exemplo, nozes, amêndoas, azeite de oliva, mas também abacate e tofu. Mas o problema é que o consumo de gorduras saturadas de óleos (palma, coco), banha, manteiga e manteiga de cacau é encorajado em grandes quantidades.

Talvez te interesse ler também: SEGUNDO PROFESSORA DA HARVARD, O ÓLEO DE COCO É PURO VENENO

No que diz respeito às proteínas, muitas vezes não há distinção entre proteínas magras, chamadas "nobres", e proteínas com um teor muito alto de gorduras saturadas, como as da carne vermelha, que são proibidas assim como todos os carboidratos, incluindo massas, frutas e legumes (verduras permitidas são por exemplo a couve de bruxelas, aspargos, pimentões, cebolas, alho, cogumelos, pepino, abobrinha, aipo, couve-flor e brócolis).

A dieta cetogênica, todos os riscos

Uma dieta cetogênica tem vários riscos. No topo da lista é a presença excessiva de gorduras saturadas. Kathy McManus recomenda manter as gorduras saturadas em não mais de 7% das calorias diárias, devido à ligação delas com doenças cardíacas. De fato, a dieta cetônica está associada a um aumento no colesterol LDL "ruim", ligado por sua vez às doenças cardíacas.

Outros riscos potenciais incluem:

  • deficiência nutricional: se uma variedade razoável de vegetais, frutas e grãos não for consumida, pode haver um risco de deficiência de micronutrientes, incluindo selênio, magnésio, fósforo e vitaminas B e C.
  • problemas do fígado: com tanta gordura a ser metabolizada, a dieta pode piorar a saúde do fígado
  • problemas renais: os rins ajudam a metabolizar as proteínas e a dieta cetogênica pode sobrecarregá-los (a dose atual recomendada de proteínas é, em média, 46 gramas por dia para mulheres e 56 gramas para homens)
  • constipação: a dieta cetogênica é pobre em alimentos fibrosos, como cereais e leguminosas
  • mente cansada e alterações de humor: o cérebro precisa de açúcares de carboidratos saudáveis para funcionar, dietas com pouco carboidrato podem causar confusão e irritabilidade

Portanto a dica é não improvisar dietas da moda e procurar um bom nutricionista, médico ou profissional de saúde competente, capaz de prescrever a melhor dieta para cada caso em particular. Ainda sobre dietas...

Talvez te interesse ler também:

setaDIETA PARA DIABÉTICOS: O QUE COMER E ALIMENTOS A EVITAR

setaDIETA PARA PERDER BARRIGA: O CARDÁPIO DA BARRIGA LISINHA

setaDIETA DO JEJUM INTERMITENTE 16:8 AJUDA A EMAGRECER DE VERDADE. O ESTUDO

setaDIETA DA SOPA: COMO FUNCIONA, O QUE COMER, EXEMPLOS E CONTRAINDICAÇÕES

setaDIETA ALCALINA: COMO FUNCIONA, O QUE COMER, O QUE EVITAR + CARDÁPIO SEMANAL

setaDIETA DUKAN: COMO FUNCIONA E O QUE COMER NAS 4 FASES

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!