Lote de pimenta-do-reino é reprovado pela Anvisa por conter coliformes fecais

  • atualizado: 
pimenta-do-reino

Mais um teste da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) dá o alerta vermelho. Desta vez, para um lote de pimenta-do-reino.

Segundo a Exame, a Anvisa proibiu a comercialização de um lote de pimenta-do-reino preta da marca Kitano, válido até 30/09/2018.

O teste, feito no lote D17BRMP08 5 da pimenta em pó, foi realizado pelo Laboratório Central Dr. Giovanni Cysneiros – Lacen-GO. Após a análise, o laudo do laboratório constatou que havia coliformes fecais no lote, devido à presença da bactéria Escherichia coli, capaz de causar gastrenterites e diarreias.

A Anvisa proibiu a comercialização do lote em todo o território nacional. Os demais continuam sendo vendidos normalmente, já que não foram afetados.

A empresa fabricante do produto, General Mills Brasil Alimentos LTDA, orientou os seus consumidores, em nota, a não utilizarem o tempero, guardarem as embalagens e entrarem em contato com o SAC pelo telefone 0800 770 1629 ou pelo e-mail sac.kitano@genmills.com, a fim de que seja realizada a troca ou o reembolso do produto, sem qualquer custo para os clientes.

A empresta também comunicou que todas as medidas já foram tomadas para retirar os lotes de circulação.

Se você tem o costume de comprar a pimenta-do-reino da marca Kitano, confira o número do lote na embalagem.

ideal 300x200

Purificador de água

Benefícios da água alcalina e ozonizada

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!