Jaracatiá - a fruta e o doce. Veja os benefícios e a receita

  • atualizado: 
Jaracatiá

No município de São Pedro, interior de São Paulo, o jaracatiá se tornou patrimônio e símbolo da cidade. Sua importância na região é tão marcante, que o jaracatiá vem sendo estudado nas escolas da localidade, através de Projetos Educativos.

Entidades educativas -  ESALQ ( Escola Superior de Agricultura da USP) e empresarial - Jacaratiá - Doce & Arte, em parceria com a comunidade da região, realizam ações de incentivo à propagação do plantio do jaracatiá. 

No município tem até festividade tradicional - o  Festival do Jaracatiá, tendo em vista o aspecto cultural da gastronomia  tradicional, passada de geração para geração, de receitas culinárias com utilização do fruto do jacaratiá como ingrediente principal. 

Neste Festival, se dá a divulgação da rica e diversificada gastronomia, utilizando o fruto do jacaratiá, para o preparo de várias receitas culinárias.

O que é Jaracatiá

O nome jaracatiá, vem do Tupi e significa “Fruta da árvore do talo ou tronco mole”.

A árvore Jaracatiá (Jacaratia spinosa) pertence à  família Caricaceae, à qual, também, pertence o mamoeiro. É uma  árvore encontrada de forma nativa em, praticamente, toda extensão da Mata Atlântica. Outros nomes do jacaratiá são:

  • Tâmara-brasileira
  • Mamoeiro-bravo
  • Mamoeiro-do-mato
  • Mamãozinho
  • Mamuí.

Saiba mais sobra o Jaracatiá, sua árvore, seu fruto e seus aspectos culturais e históricos, assistindo este breve documentário.

Características

A fruta jaracatiá também é conhecida como mamão-bravo, por causa do leite ácido que contém. Esta fruta não é cultivada, de forma intensiva, comercialmente. Geralmente, é encontrada em sítios e na Natureza, embora, atualmente, em pouca quantidade, devido à atividade predatória de exploração dessa árvore. 
O jaracatiazeiro apresenta as seguintes características:

  • A árvore pode chegar a 20 metros de altura
  • O seu tronco não é lenhoso, é semelhante ao do mamoeiro 
  • As folhas são verdes, brilhantes, bordas lisas e longas
  • As flores são esbranquiçadas e pequenas, as masculinas se formam em pequenos cachos e as femininas, de forma isolada
  • Seus frutos são ovalados, quando maduros tornam-se amarelos ou alaranjados, se assemelham, em forma e cor, ao mamão papaya, porém, o sabor é uma fusão entre o  gosto do maracujá e da manga. 
  • O tronco e as frutas contêm um leite (látex) da mesma forma que acontece com o mamão e sua árvore
  • O leite é presente até nos frutos maduros e pode queimar a língua e lábios de pessoas com sensibilidade
  • O plantio e a propagação dessa árvore, pode ser realizado através de sementes ou de enraizamento das estacas dos ramos
  • A frutificação acontece após 2 a 5 anos após plantio.


Utilizações

O jaracatiá bem maduro pode ser consumido ao natural. O fruto verde e o tronco  podem ser utilizados para o preparo de doces. A extração total ou parcial do tronco do jaracatiá para a preparação do doce, semelhante à textura e consistência da cocada, se tornou uma prática predatória dessa árvore, pois tem desencadeado a quase extinção dessa espécie vegetal, no interior do Brasil. Em virtude disso, atualmente,  a árvore e seus frutos, são pouco conhecidos pelas pessoas.

O fruto do jaracatiá pode ser utilizado como ingrediente principal na confecção de gelado de jaracatiá, geleia, cupcakes, bolo, compota, doce cristalizado e, até, bombom, entre outros.

Benefícios

O jaracatiá oferece vários benefícios, confiram!

  • Fortalece o sistema imunológico por conter Vitaminas A, E e  C
  • Confere saúde à pele: o  Jaracatiá  melhora a textura da pele,  pode, inclusive, ser usado como máscara facial
  • O Jaracatiá é uma fonte de antioxidantes, por isso, evita rugas e envelhecimento precoce
  • Previne o câncer: o jaracatiá é  rica em carotenoides e licopeno,  agentes  nutricionais, que protegem contra o câncer 
  • Melhora a digestão:  as enzimas digestivas presentes no jaracatiá auxiliam na digestão e evita a constipação, por ser  uma boa fonte de fibra
  • Previne diabetes: devido ao baixo nível de açúcar do jaracatiá,  este fruto pode fazer parte da dieta de pessoas com  diabetes
  • Purificador do sangue: rico em clorofila,  o jaracatiá  purifica o  sangue 
  • Proporciona saúde  e beleza aos cabelos: shampoos com  extrato de Jaracatiá  reduzem a caspa e melhora a saúde  do cabelo
  • Reduz o colesterol: o  alto teor de fibra do jaracatiá,  reduz o LDL (mau colesterol),impedindo a absorção de LDL no corpo 
  • Faz bem à saúde dos olhos: o jaracatiá contém  beta-caroteno,  carotenoides, luteína e  zeaxantina, que  beneficiam a saúde dos olhos e contribuem para uma boa visão
  • Combate disenteria: a pele do fruto do jaracatiá, em infusão,  pode se utilizada  para  tratar  diarreia e disenteria
  • Trata cãibras: o consumo  de jaracatiá  auxilia  no tratamento de cãibras.
 

Doce de Jacaratiá

O vídeo abaixo mostra como é produzido, em uma fábrica, o Doce de Jacaratiá, em todas etapas de sua confecção.

 

Doce de Jaracatiá Caseiro

O canal Feito a Mão ensina a fazer o doce da fruta em casa. Antes de começar, arrume luvas por causa do seu látex. As frutas ficam 24 hs de molho em água e 2 hs no fogo. Veja todo o passo a passo no vídeo abaixo. O sabor é inexplicável!

 

A importância da preservação do Jacaratiá

A árvore do jacaratiá e seu fruto, embora seja vegetação nativa da mata Atlântica, não é muito conhecida para boa parte das pessoas.

Infelizmente, devido à ação humana, desmatamento da mata Atlântica e a extração predatória do jacaratiá,  esta árvore pode chegar à extinção completa, pois está quase caminhado para isso.

Isso ocorre por causa da utilização do seu tronco para a confecção do doce de jaracatiá, feito à partir da moagem do tronco e o cozimento dele, com açúcar, até secar a calda e ficar na consistência que lembra a da  cocada.

Para fazer o doce, precisa  cortar a árvore, que chega à alcançar 20 metros e leva anos para se desenvolver. Dessa forma, essa prática contribui para o prejuízo dessa espécie vegetal, e, por tabela, de outros seres vivos que dependem dela.

Os  frutos do jaracatiá podem ser utilizados de muitas formas em receitas culinárias. Se usados de forma consciente e sustentável, o alimento que essa árvore nos proporciona pode ser preservado sem representar perigo de extinção à sua espécie.

Fonte foto: Etsy

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!