Centeio X Trigo - Benefícios e Diferenças

  • atualizado: 
pães

Neste conteúdo iremos ver os benefícios do trigo e do centeio como alimentos. Ambos, como cereais, têm, praticamente as mesmas propriedades nutricionais, benefícios e são bem saborosos, podendo ser utilizados na alimentação de diversas formas: pães, bolos, biscoitos, pudins, sucos, entre outros.

Pelas informações contidas nessa matéria poderemos avaliar a importância de tê-los em nossa~alimentação, com exceção das pessoas que têm intolerância ao glúten, que se encontra na composição destes cereais.

Vamos começar pelo mais popular dos alimentos, o trigo!

TRIGO

O trigo (Triticum spp.) é uma gramínea cultivada mundialmente, é a segunda maior cultura de cereais, depois vem o milho, seguido do arroz.

Utilização

O grão de trigo usado como:
  • alimento básico para fazer farinha, que é utilizada para fazer pão;
  • ingrediente na alimentação dos animais de estimação e de fazenda;
  • matéria-prima na fabricação da cerveja;
  • a palha do trigo é utilizada como forragem para animais criados em fazendas.
 

Origem

Pesquisas arqueológicas apontam que o cultivo do trigo teve sua origem, cerca de 10.000 anos atrás, na região do Crescente Fértil: Síria, Jordânia, Turquia e Iraque. 

Partes do cereal do trigo

O cereal do trigo tem três partes:

  • A casca do grão de trigo que é rica em vitaminas do complexo B, sais minerais e fibras;
  • a amêndoa que é a principal fonte de amido
  • e o gérmen do trigo que é composto por proteínas e gordura.
 

GERME OU GÉRMEN DE TRIGO

O germe ou gérmen de trigo é a parte germinativa do grão de trigo, considerada a mais nobre, por concentrar o maior número de nutrientes, proteínas, vitaminas e sais minerais.

O gérmen possui vitaminas A, E e K em grandes quantidades, por isso traz os seguintes benefícios para nosso organismo:

  • tem excelente poder antioxidante, por prevenirem o envelhecimento das células e contribuir com o aumento de nossa imunidade;
  • ajuda a regular o sistema digestivo;
  • estimula o apetite;
  • tonifica a pele;
  • é responsável pela boa coagulação sanguínea
  • e ajuda fortalecimento dos ossos.
 

Usos do gérmen de trigo na alimentação 

O gérmen de trigo junto aos molhos, em pães, com vitaminas, adicionado em frutas e outros alimentos, serve como complemento alimentar. 

FARELO DE TRIGO

O farelo de trigo conhecido como fibra de trigo, é formado pela camada externa do cereal.

Benefícios do farelo de trigo:

É rico em fibras solúveis e insolúveis, proteínas e ferro, que baixam os níveis de açúcar e colesterol no sangue, tornando-o ótimo na prevenção e controle da diabetes e do colesterol alto.

FARINHA DE TRIGO

A farinha de trigo é a parte do trigo que é mais utilizada e consumida em nossa alimentação, basicamente para confecção de massas, bolos e pães.

AS PROPRIEDADES DO TRIGO

O Trigo é rico em:

  • elementos catalíticos,
  • sais minerais: cálcio, magnésio, potássio, enxofre, cloro, arsênio, silício, manganês, zinco, iodeto de cobre,
  • vitaminas B e E.

Com esta riqueza de nutrientes é por isso que o Trigo é muitas vezes usado como uma base cultural ou fundação de nutrição. Então, Confira os benefícios do trigo para nossa saúde:

OS BENEFÍCIOS DO TRIGO

campos trigo

1. Melhora o funcionamento do intestino

O trigo integral é um laxante natural e acessível para utilização. Ele promove um bom trânsito intestinal, portanto deve ser incorporado à dieta daqueles que têm prisão de ventre.

2. Melhora a saúde gastrointestinal

Uma dieta composta pelas fibras encontradas no trigo evitam problemas como:

  • cólicas intestinais;
  • flatulências;
  • náuseas;
  • constipação;
  • diverticulite
  • inflamação e 
  • dores intestinais.
 

3. Ajuda na perda de Peso 

O trigo melhora o metabolismo do corpo, possui omega-3 e diminui risco de doença cardiovascular.

Cereais integrais como o trigo, são eficazes em pacientes com distúrbios metabólicos.

A maioria das fibras funciona para ajudar o processo digestivo no corpo e melhorar o metabolismo como um todo. 

Ter uma dieta rica em trigo integral é a maneira mais eficaz, rápida e agradável para reduzir a síndrome metabólica e, também, manter a forma e a saúde.  

4. Previne a Diabetes

O consumo regular de trigo, em grão inteiro, promove o controle de açúcar em nosso sangue.

Pessoas que sofrem de diabetes, substituindo o arroz pelo trigo em suas dietas, poder controlar melhor seus níveis de açúcar no sangue.

5. Evita formação de cálculos biliares

O trigo integral é rico em fibras insolúveis, estimula o trânsito intestinal rápido e reduz a secreção de ácidos biliares.

Os ácidos biliares excessivos são uma das principais causas da formação de cálculos biliares.

6. Reduz a Inflamação Crônica

O conteúdo de betaína presente no trigo é o que auxilia na prevenção da inflamação crônica. Ela é geralmente encontrada no trigo, na beterraba e no espinafre. 

A inflamação tem relação com a causa de vários tipos de dores e doenças reumáticas. 

7. Ajuda a combater o câncer

O trigo atua como um agente anticancerígeno, especialmente em mulheres. O farelo de trigo aumenta a taxa metabólica de estrogênio, o que muitas vezes leva ao câncer de mama, quando é produzido, de forma excessiva, no organismo.

O farelo de trigo reduz consideravelmente a secreção de ácidos biliares e enzimas bacterianas nas fezes, reduzindo assim as chances de ocorrência de câncer de cólon.

8. Ajuda a ter um coração forte e saudável

O trigo protege o organismo contra doenças coronárias e o consumo diário deste cereal integral ajuda a evitar tais doenças. O trigo melhora o sistema cardiovascular e os médicos prescrevem uma dieta de alta ingestão de trigo integral para quem tem:

  • pressão alta;
  • colesterol elevado
  • ou outros sinais de síndromes cardiovasculares.

Este tipo de dieta retarda a progressão da aterosclerose, que é a construção de placas nas artérias e vasos sanguíneos, bem como reduz a frequência de ataques cardíacos e derrames.

9. Menos asma na Infância

Uma dieta à base de trigo tem a capacidade de diminuir as chances de desenvolver asma. Hiper-responsividade brônquica é o principal fator que provoca a asma. Esta condição é caracterizada pelo estreitamento das vias aéreas. O magnésio e vitaminas fornecida por trigo contribuem para a redução do problema da asma. 

No entanto, alguns casos de alergia alimentar, podem desencadear a asma como reação alérgica.

CONTRAINDICAÇÕES DO TRIGO

Assim como o malte, a cevada, a aveia e o centeio, o trigo contêm glúten na sua composição. Pessoas com intolerância ao glúten não devem consumir trigo em sua alimentação por gerar uma série de transtornos alérgicos em seu organismo. 

Agora, que sabemos mais sobre o trigo, vamos ampliar nosso conhecimento sobre o centeio que não é tão popular quanto o trigo mas, é também rico em nutrientes e fibras, assim como o trigo, e, por isso, ambos são muito benéficos para nossa saúde.

CENTEIO

O centeio (Secale cereale) tem parentesco com o trigo e a cevada e é uma gramínea cultivada em grande escala para colheita de grãos e forragem.

Utilização

O grão de centeio é usado como matéria-prima em:

  • farinha;
  • ração;
  • cerveja;
  • alguns tipos de whisky;
  • grande parte das vodcas;
  • na produção de pão de centeio.
  • para forragem do gado;
  • como feno.
 

A plantação do centeio é resistente à acidez do solo e se adapta melhor, do que o trigo, às condições de seca e frio do que o trigo, embora não seja menos tolerante ao frio, do que a cevada.

História 

Acredita-se que o centeio tenha sua proveniência de uma vegetação de espécie selvagem que crescia como erva daninha em campos de trigo e cevada, na região do Oriente Médio. Foi cultivado pela primeira vez, na Alemanha, a partir do ano de 400 a.C. No passado, o centeio, assim como a cevada, eram tidos como alimentos para os pobres.

Em diversas civilizações, conforme, o nível de vida foi aumentando em diversas civilizações, o consumo de centeio foi diminuindo.

Na Escandinávia e nos países do Leste Europeu, o centeio continua a ser bem consumido.

Os imigrantes alemães e polacos no século XIX introduziram o centeio no Brasil e, até hoje, o cultivo do centeio, em terras brasileiras, é realizado em grande parte por descendentes de europeus.

Em relação aos outros cereais de estação fria, o centeio é uma opção pela capacidade de adaptação ao frio.

O seu cultivo no Brasil poderia ser maior. Sua produção ocupa quatro mil hectares e diminuiu nas últimas cinco décadas, provavelmente em decorrência da extinção de moinhos coloniais de centeio, da reduzida pesquisa, da incidência de doenças na plantação e de receber poucos subsídios para sua produção.

O centeio é proveniente das espécies selvagens que crescem no centro e no leste da Turquia, e áreas próximas, porém, a maior parte do centeio, produzido a nível mundial, vem da Rússia, Polônia, China, Canadá e Dinamarca.

É o oitavo cereal mais produzido no mundo. (Dados coletados em 2005)

AS PROPRIEDADES DO CENTEIO

centeio plantacao

O centeio tem em sua composição nutricional os seguintes nutrientes:

  • minerais tais como, manganês, cobre, magnésio, fósforo;
  • vitaminas do complexo B;
  • fenóis e fibras, entre outros.
 

OS BENEFÍCIOS DO CENTEIO

Agora vamos conferir os benefícios do centeio, bem parecidos, e até iguais, com os do trigo:

1. Menos fome, contribui para perda de peso

O tipo de fibra no centeio é ligado com moléculas de água, o que significa que provoca saciedade (diminui a fome), por isso pode ajudar àqueles que estão fazendo dieta para emagrecer. As fibras, proteínas e carboidratos complexos da farinha de centeio promovem digestão mais lenta, mantendo a sensação de estômago cheio (saciedade).

2. Previne problemas de cálculo biliar

Uma pesquisa recente revelou que o Centeio pode ajudar a diminuir a formação de cálculos biliares, graças a ação de sua fibra no processo digestivo, ajudando a reduzir a quantidade de ácidos biliares formados, o que é a principal causa do desenvolvimento de cálculos biliares.

3. Ajuda no controle da diabetes

O centeio é composto de moléculas maiores que as do trigo, por isso, não contribui paras aumentar a quantidade de açúcar no sangue.

4. Melhora a digestão e previne doenças

O centeio é rico em fibras na composição, o que o torna benéfico para quem sofre de constipação intestinal ou tem problemas digestivos. Com isso previne úlceras estomacais, cálculos biliares e câncer de cólon

5. Menos gases

O centeio contribui para reduzir o excesso de gás no estômago e promove, com isso, o alívio da dor de estômago e cólicas estomacais.

6. Melhora o metabolismo

O centeio por suas propriedades nutricionais otimiza o desempenho metabólico de nossas células.

7. Equilibra a pressão arterial

O nosso coração e artérias são beneficiados pala ação do centeio em nosso organismo. Às pessoas que sofrem de pressão arterial elevada ou arteriosclerose, é aconselhável incluir o centeio em suas dietas, pois, seus nutrientes e fibras melhoram a saúde do coração.

8. Prevenção do câncer

Os fenólicos presentes no centeio têm ação antioxidante que produz efeitos benéficos para nosso corpo incluindo o combate ao câncer e às doenças crônicas. O centeio na alimentação tem sido relacionado a menor incidência dos cânceres de: mama, cólon e de próstata.

9. Promove saúde respiratória

Assim como o trigo, o centeio também contribui para a redução significativa da probabilidade de desenvolver asma na infância.

CONTRAINDICAÇÕES DO CENTEIO

Portadores da doença celíaca (intolerância ao glúten), alérgico ao glúten não podem consumir centeio pois este alimento 
pode desencadear em pessoas celíacas a atrofia das mucosas do intestino delgado, prejudicando o organismo e a absorção de diversos nutrientes dos alimentos.

CENTEIO X TRIGO - DIFERENÇAS

Como vimos, em termos nutricionais não há muitas diferenças entre o trigo e o centeio sendo ambos gramíneas pertencentes à mesma família - Poaceae.

Na prática, as pessoas querem saber quais são as diferenças entre os pães feitos com um tipo de farinha ou outro, sendo que,  geralmente, os pães que temos disponíveis atualmente no mercados e nas panificadoras, são feitos com a mistura de farinhas de:

  • de trigo branca (é refinada e serve para dar mais elasticidade e maciez à massa dos pães); 
  • trigo integral;
  • centeio.
 

Os pães e suas farinhas

(de trigo branca, de trigo integral e de centeio)

  • O pão feito com farinha de trigo branca é o pão mais tradicional e acessível em nossa alimentação.
  • O pão integral tem a adição farinha de trigo integral.
  • O pão de centeio tem em sua composição a farinha de centeio, que é um cereal como o trigo.

Se só se usar farinha de trigo integral ou de centeio, sem farinha de trigo branca, o pão ficaria com a massa dura (embora haja quem goste!)

A adição de farinha de trigo integral ou de centeio contribuem para melhorar a composição nutricional do pão, pois aumentam a quantidade de fibras e nutrientes a esse alimento básico do nosso dia a dia.

A farinha de trigo branca, por ser refinada, perde a sua qualidade nutricional. 

Agora que conhecemos mais os benefícios de nossos pães de cada dia, que tal comer um sanduíche com pão integral ou de centeio?

Uma boa pedida, não é?