BHT (E321): o aditivo alimentar que favorece a obesidade

  • atualizado: 
aditivo alimentar favorece obesidade

Um aditivo muito comumente encontrado nos cereais matinais e em outros produtos de uso diário, interfere em nosso sistema hormonal e é acusado de provocar obesidade. É o que revela um novo estudo realizado nos Estados Unidos.

Não é a primeira vez que o hidroxitolueno butilado (BHT na sigla em inglês), antioxidante químico usado como aditivo alimentar e conservante em cosméticos, remédios e outros produtos, é acusado de ser prejudicial à nossa saúde.

Esta substância, que pode ser encontrada nos rótulos dos produtos com o código E321, é amplamente utilizada nos EUA nos cereais matinais que não apenas estariam cheios de açúcar, mas seriam também ricos em aditivos que podem aumentar ainda mais o problema da obesidade.

Até então, tinha sido demonstrada a influência negativa deste aditivo no ganho de peso unicamente em modelo animal mas, agora os seus efeitos negativos sobre os seres humanos também foram confirmados. 

e 321

Uma equipe de investigação liderada por Dhruv Sareen do Cedars-Sinai Medical Center  examinou 3 desreguladores endócrinos, incluindo o BHT.

No estudo, publicado na revista Nature Communications, os pesquisadores desenvolveram um novo método para testar os efeitos dos desreguladores endócrinos nos seres humanos. Eles examinaram a exposição dos três produtos químicos sobre os tecidos que produzem hormônios a partir de células estaminais humanas. O objetivo foi analisar como uma exposição crônica a esses produtos químicos poderiam interferir com os sinais do sistema digestivo ao cérebro, essenciais porque eles permitem que as pessoas experimentem a sensação de saciedade durante as refeições.

Quando este sistema de mensagens é interrompido, as pessoas continuam a comer e, inevitavelmente, ganham peso. O que, portanto, descobriram os pesquisadores?

O BHT, mas também os outros dois compostos analisados ​​(o ácido perfluorooctanoico - PFOA e o tributilestanho - TBT) produzem efeitos particularmente prejudiciais. Estas substâncias, de fato, prejudicam os hormônios que são responsáveis ​​pela comunicação entre o intestino e o cérebro, e o BHT parece ter-se demonstrado o pior a este respeito.

Por causa das dúvidas sobre os efeitos na saúde deste aditivo, antes até desta última pesquisa, diferentes marcas de cereais, mesmo nos Estados Unidos, limitaram o seu uso, substituindo-o pelo E320 (faria menos mal?). Mas há o problema de que as etiquetas dos cereais nos Estados nem sempre são tão claras sobre quais substâncias efetivamente são adicionadas.

Para evitar a exposição a este e a outros aditivos, leia atentamente os rótulos de tudo o que você comprar. Preferivelmente, evite comprar alimentos industrializados em geral. Prefira sempre alimentos frescos e comida caseira. Tua saúde agradece!