A DIETA DO ARROZ - O que comer, Menú Semanal e Contraindicações

  • atualizado: 
dieta do arroz

Entre as dietas de perda de peso que estão mais na moda temos a dieta do arroz, integral, de preferência. Vamos ver neste artigo como é que essa dieta funciona, como se faz, o que você poderá comer durante o tempo de dieta e se há alguma contra-indicação.

O arroz, Orysa sativa, é um cereal dos mais usados na culinária do mundo todo tendo nas culturas orientais seu maior ponto de apoio. Nas culturas europeias, e na nossa, brasileira, o arroz é usado como substituto de outras fontes de carboidratos, sendo muitas vezes a base da alimentação. Sobre o tantão de arroz se ajustam as misturas, as verduras, e o resto.

Mas, uma das benesses do arroz é que este é um cereal de digestão leve, isento de glúten e, quando em sua forma integral, bastante completo quanto aos fatores nutricionais. Se lembre de que estamos falando do arroz integral - não é o arroz branco, parboilizado, descascado, lixado com talco que a gente consome a maior parte das vezes por ser mais barato.

A DIETA DO ARROZ

Essa é uma dieta concebida pelo médico alemão Walter Kempner, como terapia para o tratamento de pacientes obesos com hipertensão e diabetes mas, também é usada por aqueles que querem perder algum peso sem grande sofrimento.

Vamos ver como a dieta do arroz funciona?

Na dieta do arroz a gente faz uso dos 4 benefícios que este cereal nos dá na alimentação:

  1. saciedade
  2. fibras
  3. baixa ingestão calórica
  4. estimulação da diurese

O arroz sacia mais do que as massas pois, durante seu cozimento absorve muita água mas, também porque é um carboidrato complexo que requer maior tempo de digestão. Portanto, com um bom prato de arroz integral você não terá fome fora de hora durante a sua dieta de emagrecimento.

O arroz é adequado para dietas hipocalóricas já que, 100 gr de arroz cozido têm só 330 calorias. É rico em fibras, tanto solúveis quanto insolúveis, razão pela qual ajuda na manutenção da sáude intestinal promovendo a regularização das funções excretoras.

Arroz é rico em potássio e pobre em sódio, razão pela qual favorece e estimula a diurese se tornando um bom alimento para ajudar a baixar a pressão arterial e reduzir o peso do acúmulo de líquidos, e que não é pouco.

  • Resumidamente, a dieta do arroz usa quatro propriedades deste alimento que favorecem uma perda rápida de peso corporal
  • Satisfazer a necessidade de saciedade
  • Equilibrar o processo de evacuação, reduzindo prisão-de-ventre e desintoxicando o organismo
  • Baixa ingestão calórica
  • Estimula a diurese, reduzindo os líquidos acumulados e melhorando a função renal

A dieta do arroz é feita em duas fases

  1. Uma primeira fase de desintoxicação com um teor calórico muito baixo (800 calorias) - máximo de duas semanas.
  2. Uma segunda fase, de emagrecimento, com 1200 calorias por dia, com duração de nove dias

Na primeira fase da dieta de arroz, de desintoxicação, a baixa ingestão de calorias é a tônica. Você comerá arroz (integral, de preferência) com um pouco de azeite, frutas e vegetai, se perde peso rapidamente mas não se emagrece substancialmente. Quer dizer, sua barriga não vai reduzir de volume tanto quanto você espera.

Na segunda fase, com a ingestão de 1200 calorias, você também poderá inserir proteínas de origem animal (carne magra, peixe e frango), legumes, queijos magros e vegetais crus, cozidos ou grelhados, frutas frescas e secas e grãos, outros cereais. O tempero básico será sal e azeite de oliva.

A dieta de arroz em 9 dias

Esta variante da dieta arroz é também feita em duas fases, curtas - a desintoxicação se faz em 3 dias e a segunda fase, em até 9 dias.

Na primeira fase só se comerá arroz e alimentos feitos de arroz como pães e biscoitos, com azeite de oliva, frutas e legumes.

Na segunda fase você poderá adicionar proteínas de origem animal (sempre carnes magras), queijo cottage e uma quantidade maior de frutas e legumes.

Os pratos principais, em todas as refeições, serão de arroz. Você verá que uma tigela de arroz integral cozido é bastante substancial e, fica mais agradável de se comer com legumes diversos.

O QUE COMER

arroz

O que você pode comer quando seguir a dieta de arroz? Como o nome indica, o prato principal deste tipo de dieta é o arroz, onipresente para almoço, jantar e café-da-manhã. E você também poderá variar os tipos de arroz: vermelho, preto, selvagem, basmati e tantos outros que existem no mercado.

Os outros alimentos que acompanham a dieta do arroz são: frutas e legumes, outros cereais e grãos (de preferência aos que são isentos de glúten como milho, quinoa, amaranto e trigo mourisco) e legumes secos.

De proteína animal você poderá comer muito moderadamente apenas: queijo com baixo teor de gordura, peixe e frango magros.

Não use temperos diversos - se limite a usar um pouco de azeite extra virgem e sal.

Evite as gorduras de origem animal, os açúcares, o abuso de frutas doces e, claro, as bebidas alcoólicas.

Em resumo, seguindo a dieta do arroz que você pode comer:

  • Arroz integral
  • Frutos
  • Legumes
  • Painço
  • Quinoa
  • Amaranto
  • Trigo mourisco
  • Queijo magro
  • Peixe magro
  • Frango magro

Rejeite total e radicalmente:

  • óleos vegetais (a não ser o azeite de oliva)
  • Manteiga e gorduras diversas
  • Açúcar
  • Sobremesas
  • Álcool

Beba bastante água pura entre as refeições - cerca de 2 litros de água por dia.

MENUS DIÁRIOS PARA A DIETA DO ARROZ (EXEMPLOS)

Como sugestão, te apresentamos a seguir algumas alternativas para compor seu menu diário durante a sua dieta de arroz. Mas, não deixe de consultar uma nutricionista para que esta ajuda a variar sua alimentação. Em qualquer dieta a variação é fundamental para que você não se enfraqueça pela perda de nutrientes.

PRIMEIRO DIA

Café-da-manhã: 1 xícara de arroz integral, suco de laranja, café ou chá

Almoço: 1 xícara de arroz integral, legumes e queijo cottage magro

Jantar : Risotto de cogumelos com legumes

SEGUNDO DIA

Café-da-manhã: 1 xícara de arroz integral, frutas frescas, café ou chá

Almoço: 1 xícara de arroz integral com tomates e vegetais crus

Jantar: Risotto de peixe com vegetais crus

TERCEIRO DIA

Café-da-manhã: creme de arroz doce com frutas vermelhas e meia colher de chá de mel

Jantar: 1 xícara de arroz integral com repolho cozido e um copo de leite desnatado

Jantar: 1 xícara de arroz integral com peito de frango e vegetais

QUARTO DIA

Café-da-manhã: 1 xícara de arroz integral, frutas, café ou chá

Almoço: 1 xícara de arroz integral com salada mista

Jantar: sopa de arroz com legumes, meia xícara de feijão

QUINTO DIA

Café-da-manhã: um copo de leite de arroz com 3 bolos de arroz, uma porção de compota de fruta.

Almoço: 1 xícara de arroz integral com queijo cottage magro e tomates

Jantar: arroz com caldo de galinha e tomates

SEXTO DIA

Café-da-manhã: 1 xícara de arroz integral, suco de laranja, café ou chá

Almoço : 1 xícara de arroz integral com legumes e um copo de leite desnatado

Jantar: 1 xícara de arroz integral e bacalhau ou linguado no vapor com legumes grelhados

SÉTIMO DIA

Café-da-manhã: uma chávena de arroz castanho, figos secos, café ou chá

Almoço: massas de arroz com queijo cottage magro e vegetais

Jantar : 1 chávena de arroz integral com camarão e legumes cozinhado

CONTRAINDICAÇÕES

A dieta de arroz é uma dieta e de baixa caloria hipoproteica. A desvantagem desta, como de outras dietas da moda, é não favorecer a re-educação alimentar adequada e, portanto, você pode entrar no efeito yo-yo, do emagrece e engorda tudo de novo, logo após terminar.

Use essa dieta em fases curtas, esporadicamente, como técnica de desintoxicação mas, a intercale com outra dieta que promova a reeducação alimentar.Na primeira fase da dieta, de desintoxicação, pode ocorrer perda significativa dos líquidos retidos no seu corpo e, para pessoas com pressão baixa, esse pode ser um efeito ruim ocasionando desmaios por conta das quedas abruptas da pressão arterial.

Se for seu caso, manere, regule a dieta para seu bom uso, ouça seu corpo e se desintoxique sem riscos.A dieta do arroz também tem o seu lado ruim de ser monótona.

A longo prazo fica difícil de se seguir mas, você pode reaprender a usar os alimentos diversos mantendo a base do arroz integral.

O PARECER DO NUTRICIONISTA

Pedimos ao Dr. Luca Giombini, biólogo e nutricionista o seu parecer sobre a dieta do arroz.

Eis o que ele nos disse:"Um dos principais problemas desta dieta é a perda de uma 'consciência alimentar'. Esta é uma das coisas que é, na minha opinião, o mais importante: internalizar o que é certo para comer e o que você deve evitar, ou pelo menos limitar, é a maneira mais direita de ter as escolhas corretas na mesa, o que resultará em uma melhoria da nossa saúde e nossa aptidão.

A perda de peso saudável é o filho de um certo equilíbrio no estilo de vida que inclui alimentação e atividade física.

Hoje a 'concepção que eu tenho que ser magro / a' força faz com que o que se busca não é saúde, mas sim a única perda de peso. Atenção! o termo 'perda de peso eu usei deliberadamente' e não ' emagrecimento 'porque os dois não são o mesmo: a primeira é simplesmente reduzir o peso marcado pela agulha da balança, enquanto que a segunda é a perda real de gordura acumulada e, nesse processo um peso inferior não significa necessariamente, saúde. Dietas desequilibradas também nos dão resultados de falso positivo.

Você não pode perder de 3 a 4 kg de gordura pura em 9-10 dias, a maior parte desta ação é quase inteiramente representada pela água que tinha sido presa em nossos tecidos (a famosa retenção dos líquidos)".

Então, você desaconselha a dieta do arroz? "Definitivamente um caminho rápido para a perda de peso é uma dieta de baixa caloria, mas não podemos confiar apenas na quantidade de calorias ingeridas.

O que deve ser considerado é a qualidade e de como essas calorias são divididas entre os três macronutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras) e, excepto em doentes com problemas renais, uma dieta hipoproteica eu, pessoalmente, não recomendo.

Esta dieta pode ser útil em casos específicos em que os resultados rápidos são determinantes: um evento importante (casamento, formatura, comunhão, etc) uma competição estética em que suas gordurinhas extras vão atrapalhar seu desempenho.

Se você decide seguir esta dieta, no entanto, use arroz integral, que nos dá maior sensação de saciedade e melhor controle de açúcar no sangue, beba pelo menos 2 litros de água por dia.

E, se sofrer de alguma doença crônica não dispense o conselho de um especialista para definir seu menu. Mas, infelizmente com essa dieta, você enfrentará uma certa monotonia o que pode ser psicologicamente desmoralizante.

Quanto aos alimentos a se evitar 'eles estão definitivamente em linha com as diretrizes tradicionais que agora todos nós devemos saber e seguindo ou não a dieta do arroz, ou qualquer outra, vale a pena eliminá-los de sua alimentação rotineira, para o bem da sua saúde”.

Especialmente indicado para você:

setaSOPA DE ARROZ DO PAI JOSÉ, SEGUNDO SONIA HIRSH

seta CONHEÇA OS TIPOS DE ARROZ E SEUS BENEFÍCIOS

Veja outras dietas:

setaDIETA PARA PERDER BARRIGA

setaDIETA DA PROTEÍNA

setaDIETA DUKAN

setaDIETA PARA DIABÉTICOS