É verdade que leite e queijo combatem a obesidade?

queijos

Leite e queijo fazem bem ou mal para a saúde? Este é um dos temas mais discutidos em nutrição e sobre o qual existem opiniões totalmente discordantes. A novidade agora é que um novo estudo diz que produtos lácteos, ao contrário de fazerem mal e engordarem, ajudariam até mesmo a perder peso!

O estudo, que foi realizado pela Universidade Qingdao da Ciência e Tecnologia (China) e publicado na revista Annals of Epidemiology, analisou dados de mais de 30 pesquisas anteriores. É, portanto, uma meta-análise, ou uma revisão de dados de estudos espalhados por todo o mundo, que avaliou a relação entre o consumo de leite e o aparecimento da obesidade.

O resultado inesperado é o de que o leite seria uma possível solução para o problema da obesidade. Como assim? De acordo com os autores, com 200 gramas de leite consumido por dia, as crianças e os adultos poderiam ter reduzido o risco de obesidade em 16%.

Ao que parece, estes pesquisadores acreditam que o que faz o corpo reagir positivamente sobre a medida da cintura é a presença do cálcio que, quando tomado em quantidades certas, ajudaria a por em prática uma série de reações metabólicas em nossos corpos, algumas vezes por exemplo, não absorvendo a gordura e, assim, promovendo a perda de peso.

Embora os resultados da pesquisa digam isso, queremos enfatizar que parece improvável poder resolver o problema da obesidade, aumentando o consumo de leite e de produtos lácteos, pois, como sublinham frequentemente muitos nutricionistas, o excesso de peso não se resolve magicamente com um único alimento ou bebida (nem mesmo com pílulas milagrosas) mas somente com uma boa educação alimentar juntamente como atividade física regular.

Além disso, vários outros estudos destacam as desvantagens do consumo excessivo de produtos de origem animal e, em particular, de leite e produtos lácteos. De acordo com um estudo da Universidade de Uppsala na Suécia, beber leite e derivados enfraquece os ossos, enquanto os nutricionistas da Harvard já há algum tempo eliminaram o leite e os produtos lácteos do guia deles para uma alimentação saudável.

Houve até mesmo uma pesquisa que levantou a hipótese de que o queijo vicie, provavelmente por causa da caseína. Seria bastante curioso portanto, pensar que para agir positivamente sobre o problema da obesidade, indiquem um alimento que tende a viciar! No mais, como vimos no caso do açúcar, pode acontecer de pesquisas científicas não serem tão imparciais o quanto deveriam.

Leia aqui: INDÚSTRIA DO AÇÚCAR PAGOU PARA QUE CIENTISTAS OMITISSEM DANOS À SAÚDE

E por último, se os benefícios do leite, e seus derivados, para a perda de peso, viriam do cálcio nele contido, este mineral faria os mesmos efeitos se advindos de fontes vegetais?

Leia mais sobre alimentação e saúde:

O LEITE FAZ BEM À SAÚDE?

SOBRETAXAR BEBIDAS DOCES PARA COMBATER A OBESIDADE É A NOVA PROPOSTA DA OMS

LENTILHA: 10 RAZÕES PARA COMER MAIS