Geleia e outros alimentos proibidos pela Anvisa

geleia-aurea

Utilidade pública. Após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) identificar a contaminação em extratos de tomates, outros alimentos também não passaram nos testes da vigilância sanitária.

Nessa segunda-feira (24), quatro lotes de geleia fabricados pela empresa Áurea Indústria e Comércio foram impedidos de serem comercializados por apresentaram risco à saúde. Um laudo emitido pelo Laboratório de Saúde Pública de Santa Catarina (LACEN-SC) detectou matéria estranha indicativa de risco à saúde humana acima do limite máximo autorizado por lei. Além de não poder comercializar os lotes, a empresa terá de recolher do mercado todo o estoque das geleias reprovadas no teste.

Fique atento aos lotes das geleias proibidas para o consumo humano:

Geleia de morango (lote não identificado) - Fabricado em 01/12/2015 - Válido até 01/12/2016

Geleia de uva (lote 17:00) - Fabricado em 13/04/2016 - Válido até 13/04/2017 

Geleia de goiaba (lote 05:32) - Fabricado em 10/02/2016 - Válido até 10/12/2017

Geleia de goiaba (lote 12:31) - Fabricado em 13/04/2016 - Válido até 13/04/2017

Um fungo filamentoso também foi encontrado em um lote de doce de figo cremoso da mesma marca, o que indica falhas nas boas práticas de fabricação da empresa Áurea.

Chás

Mas não apenas as geleias e o doce foram reprovados pelos testes da Anvisa. Lotes de chá também entraram na lista, de acordo com matéria do jornal catarinense DC. Vinte e um chás da empresa Hilê Indústria de Alimentos Ltda, de Santa Catarina, foram proibidos por conterem espécies vegetais não autorizadas para o preparo de chás. A marca Chá Mais é a que apresentou os piores resultados. Os chás terão de ser recolhidos das prateleiras pela empresa. A Hilê Indústria de Alimentos Ltda comercializa, além de chás, produtos naturais, como encapsulados, instantâneos, chás, farinhas, shakes para controle de peso e suplementos alimentares.

Algas Marinhas

A Anvisa também publicou no Diário Oficial da União (DOU) a proibição de comercialização de cinco marcas produtoras de algas marinhas contaminadas com cádmio acima do limite máximo tolerado. As empresas também terão que recolher os estoques dos produtos no mercado, conforme informou o Extra.

Confira, a seguir, as algas marinhas reprovadas no teste:

Alga Marinha Desidratada - JiaZhiWelFood - importado por Mercearia eBomboniereTowaLtda

Alga Marinha Desidratada - Oriental Brasil - importado por Oriental Brasil Ind. E Com. De Alimentos Ltda

Alga MarinhaYakinori - Sukina - importado por Hanaro Comercial Importadora e Exportadora Ltda

Alga Marinha DesidratadaYakiSushiNori - Fukumatsu - importado por Comércio de Produtos AlimentíciosFukumatsuLtda

Alga MarinhaYakinori - EdomaeYakinori - importado por SidchenComercial Importadora Ltda.

Sendo assim, depois de termos dado receitas de geleias e molhos para se fazer em casa (links abaixo) que tal arregaçar as mangas?

Especialmente indicado para você:

GELEIAS CASEIRAS: DELICIOSAS E FÁCEIS DE FAZER

MOLHO DE TOMATE: 5 RECEITAS PARA NUNCA MAIS COMPRAR MOLHO PRONTO