11 erros que você deve evitar quando cozinhar verduras

Cozinhar verduras

Como cozinhar legumes, verduras da melhor maneira possível? Conheça os erros mais comuns para evitá-los e poder preparar pratos vegetarianos/veganos mais saborosos e saudáveis.

1. Cortar as verduras com antecedência

Às vezes para adiantar um prato, um jantar etc, algumas pessoas costumam deixar as coisas semi preparadas cortando os legumes com bastante antecedência antes de cozinhá-los ou prepará-los em uma salada. Isso pode fazer com que tais alimentos percam alguns de seus nutrientes valiosos por causa da exposição ao ar e à luz. Então, é melhor adiantar outros pratos e deixar que os legumes sejam preparados no último momento, antes de cozinhá-los ou comê-los.

2. Descartar folhas, cascas e caules

Algumas receitas utilizam apenas as melhores partes dos legumes, deixando de fora as cascas, caules, folhas e outras partes que acabam indo para o lixo. Especialmente com legumes orgânicos que custam mais caro e não tem agrotóxicos, use a regra do nada se joga, tudo se consome. O mesmo vale para as verduras cultivadas em nosso jardim ou horta. Alguns exemplos: do brócolis se utliza absolutamente tudo e não só as “arvorezinhas”; batata orgânica, lave-as e frite-as ou leve-as ao forno com casca e tudo, ficam muito boas e crocantes; caules de couve-flor podem ser usados em caldos ideais para o inverno; não jogue fora as sementes de abóbora, ficam ótimas como petiscos.

Leia também:

REAPROVEITAMENTO DE ALIMENTOS: COMECE EM CASA A LUTA CONTRA O DESPERDÍCIO

3. Não enxugar os legumes

Você quer preparar legumes crocantes? Enxugue-os antes de cozinhar porque a água natural das verduras acabam cozinhando como se fosse a vapor, e o resultado não será crocante. Use um pano de prato limpo e deixe-os secar um pouco para preparar pratos menos cozidos, ou seja, al dente e com um sabor diferente. Também é interessante para manter nutrientes porque desse modo se cozinha menos. O método fica bom para fazer abobrinhas, cenouras e batatas na frigideira e usando um pouco azeite de oliva.

4. Usar muita água no cozimento

Outro erro comum é colocar água para cozinhar verduras. A não ser que seja para fazer uma sopa, usar água é inútil. O próprio vegetal solta água e o cozinha. Use panela tampada e no fogo mais baixo possível para cozinhar praticamente qualquer verdura sem usar uma gota d’água.

5. Esquecer de temperar cenouras com azeite

Se for cozinhar cenouras, seja para saladas ou pratos quentes, não se esqueça de usar de azeite de oliva extravirgem como tempero. A razão é muito simples. O betacaroteno é mais biodisponível, mais facilmente assimilado pelo corpo, depois de ser submetido a um cozimento rápido. Além disso, a vitamina A é lipossolúvel, ou seja, solúvel em gordura. O mesmo serve para cozinhar abóboras, outro alimento rico em betacaroteno (precursor daquela vitamina), assim como batatas-doces, nabo, couve, espinafre, entre outros vegetais de folhas verdes, ricos em vitamina A.

6. Cozinhar demais os legumes

Sempre preste atenção ao tempo de cozimento de seus vegetais. Há vegetais, como as batatas, que não podem ser comidas cruas. Outros produtos hortícolas, como brócolis e cenoura, devem permanecer com uma bela cor  brilhante durante o cozimento e continuar crocante, al dente. Espinafre pode ser comido até mesmo cru. Ou seja, não precisa cozinhar os legumes até que fiquem moles, ficarão até mesmo mais gostosos, além de saudáveis, se consumidos al dente.

7. Exagerar no sal

Os vegetais têm um sabor especial que merecem ser sentidos. Se forem quase totalmente cobertos com sal eles perderão sabor e serão apenas salgados. Portanto, não exagere e talvez substitua o sal com especiarias que podem dar ainda um outro sabor aos legumes, principalmente se o seu médico pediu para reduzir o sal da sua mesa.

Leia também:

COMO CONSERVAR ERVAS AROMÁTICAS E FAZER TEMPEROS SAUDÁVEIS

8. Exagerar no óleo

Com óleo o melhor a se fazer é usar azeite (ou óleo de coco) cru como condimento. Para cozinhar, bastam apenas 1 ou 2 colheres de óleo. Pense que usando assim pouco, você pode economizar na quantidade e gastar mais na qualidade do óleo, comprando azeite em vez de óleo de soja, por exemplo. Se quiser dar efeito crocante ao vegetal, use a dica número 3.

9. Esquecer de marinar

Marinar é deixar as verduras em óleo, ou azeite, antes de serem consumidas. Marinar verduras em casa antes de fazer verduras grelhados é uma ótima dica que serve tanto para uma questão de sabor, quanto para evitar que os vegetais escureçam e que desenvolvam substâncias pouco benéficas durante o cozimento à grelha. Marinar também serve para manter os alimentos úmidos, o que ajudar a evitar que se queimem.

10. Utilizar óleos de baixa qualidade para fritar

Um estudo recente confirmou que o azeite é o melhor óleo para fritar em comparação aos óleos de girassol, milho e soja. É aquela questão já dita acima, vale a pena economizar na quantidade e gastar mais na qualidade. O efeito crocante pode ser conseguido secando as verduras e usando pouco óleo, ou seja, para fritar não precisa necessariamente mergulhar os alimentos no óleo. Agora eu entendo que de vez em quando a gente quer mesmo é fritar!! Quem não ama uma fritura?? Mas vários bolinhos fritos ficam ótimos também ao forno e se tivermos mesmo que fritar mergulhando no óleo, vamos fritar menos vezes mas com óleo bom, ou seja, de oliva.

11. Descartar a água do cozimento

Não jogue a água do cozimento usada para preparar os legumes cozidos em água ou os legumes cozidos ao vapor. É um recurso valioso, que pode ser usado para preparar outras receitas, como sopas, caldos e risotos. Veja no link abaixo outras dicas para usar a água do cozimento.

Leia também: 

ÁGUA DO COZIMENTO DOS ALIMENTOS: REAPROVEITE!

DELICIOSAS RECEITAS PARA FAZER COM SOBRAS DE MACARRÃO

ERVAS, ESPECIARIAS E TEMPEROS: O QUE COMBINA COM O QUÊ