10 alimentos (e alguns hábitos) que aumentam a gordura abdominal

alimentos que aumentam a gordura abdominal

De repente a calça não fecha mais e a gente logo pensa que exageramos em alguma coisa quando nem sempre exageramos; lembramos que estamos indo pouco ao banheiro ou, no caso das mulheres, que a menstruação está a caminho. Existem várias causas possíveis para um aumento repentino da barriga que vão desde o consumo de alimentos que aumentam a gordura abdominalhábitos inocentes como mascar chicletes, por exemplo. Vejamos um pouco:

Frequentemente, um aumento repentino da circunferência abdominal pode ser causado por um inchaço que tem como origem a síndrome do intestino irritável, uma condição que afeta muitas pessoas e que conduz a problemas intestinais, desencadeando inchaço, prisão de ventre ou diarreia.

Se percebe a diferença entre a barriga inchada e a gordura abdominal ao beliscar a barriga. No inchaço, se ao apertar e soltar barriga com os dedos em forma de pinça, a marca dos dedos permanecer por um tempinho, é provavel que se trate de inchaço.

O inchaço pode ocasionar seja quilos a mais na balança quanto centímetros a mais na barriga. As causas podem ser diversas, desde alimentos requentados como batata e pasta, a flutuações hormonais.

Hábitos e fatos que aumentam a gordura abdominal

 alimentos que aumentam a gordura abdominal 3

Mascar chiclete

Ao mascar chiclete se engole mais ar, o que aumenta o risco de inchaço, diz Peter Whorwell, professor de medicina na Wythenshawe Hospital, em Manchester e uma das maiores autoridades sobre a síndrome do intestino irritável. E os chicletes sugar free são piores porque contêm ingredientes como o sorbitol e o xilitol que são fermentados por bactérias no intestino, podendo causar inchaço.

Hormônios

As flutuações hormonais durante o ciclo menstrual de uma mulher é um gatilho comum para o inchaço. O problema estaria ligado ao relaxamento dos músculos abdominais e intestinais devido ao aumento da progesterona, conforme explica a Dra. Leila Hanna, ginecóloga britânica.

Requentar alimentos

Ao que parece o reaquecimento de alimentos ricos em amido, como o arroz, a batata e o macarrão, muda a sua estrutura molecular transformando-o em "amido resistente”, dificultando sua digestão e produzindo gases que dão a sensação de inchaço.

Alimentos que fermentam

Muitas vezes alimentos saudáveis como os cereais integrais e as leguminosas cheias de fibra e as frutas, também podem causar inchaço pois são alimentos que fermentam no intestino. Tais alimentos devem ser consumidos, claro, mas se uma pessoa tiver diagnosticada a síndrome do intestino irritável, talvez seja melhor consultar um nutricionista para amenizar o problema. As frutas por exemplo deveriam ser comidas com o estômago vazio e não após as refeições. As leguminosas podem ser cozidas com ervas como louro, hortelã, orégano e alecrim que ajudam na digestão delas. Outra coisa surpreendente que dá barriga são as dietas restritivas, Atkins ou Dukan, por exemplo, porque baseadas em um alto consumo de proteína, dificulta a ida regular ao banheiro.

Antibióticos

Estes medicamentos acabam com as "boas" bactérias do intestino e podem levar ao inchaço abdominal. As bactérias boas, também conhecidas como flora intestinal, ajudam a estimular o processo digestivo e a manter as células do intestino saudável.

Estresse

O cérebro e o intestino têm tudo a ver. O estresse e a depressão podem ter o ponto de partida exatamente ali, no intestino.

setaLeia também: INTESTINO E DEPRESSÃO: UMA QUESTÃO DE LIMPEZA

* Doença celíaca não diagnosticada: é um outro fator que pode causar um inchaço desconfortável.

Alimentos que aumentam a gordura abdominal

Alimentos que aumentam a gordura abdominal 2

Os álcoois do açúcar

Os álcoois do açúcar são substitutos do açúcar que não podem ser totalmente digeridos pelo corpo e causam distensão abdominal. Eles são encontrados em alimentos sem açúcar como balas, chicletes e biscoitos sem açúcar. São listados nas etiquetas com nomes como xilitol, sorbitol e maltitol.

Refrigerantes

Refrigerantes podem realmente inchar sua barriga. Essas bebidas além de conter gases que causam a distensão do abdómen, podem não apenas inchar mas engordar por uma outra razão: o açúcar! O elevado teor de açúcar nos refrigerantes aumenta instantaneamente os níveis de açúcar no sangue, o que leva a um pico de insulina. Isso envia um sinal para o seu corpo para armazenar esse excesso de açúcar como gordura no local mais conveniente, ou seja provavelmente na sua barriga! Se você pensou nos diets e lights errou, pois os adoçantes artificiais em refrigerantes agem como um produto químico estranho ao corpo, o que pode no mínimo provocar um inchaço repentino, mas também uma inflamação quando consumido em grandes quantidades. A inflamação pode aumentar tanto o risco de doenças, como alargar a sua cintura.

Aposte nos sucos naturais com ingredientes que fazem a diferença na hora de subir na balança.

Sorvete

É rico em açúcar, e pelo mesmo motivo descrito acima, o pico de insulina dá ao cérebro o aviso de “armazena esse excesso para uma futura necessidade porque agora você não precisa disso.” E as versões industrializadas do sorvete são ainda piores pois contêm gorduras trans e aromatizantes que além de não fazerem bem, podem causar inchaço.

Cachorro-quente

A carne do cachorro-quente é cheia de gordura saturada que provoca inflamação, o que não somente pode entupir as artérias, mas também aumentar o armazenamento de gordura na barriga. Além disso, os hotdogs são geralmente ricos em sódio, o que aciona ao corpo o comando de reter água, fazendo com que você sinta-se inchado. Junte tudo isso ao alto teor calórico deste alimento e você tem uma receita para o aumento da gordura da barriga, sem falar na questão que liga as carnes processadas ao aparecimento de câncer.

Macarrão e alimentos feitos com farinha branca (pães e bolos)

Macarrão branco é feito de farinha branca, que foi refinada e despojada das suas fibras e nutrientes. Embora haja quem diga que mesmo a farinha integral faça mal, porque a questão seria de uma mudança promovida na agricultura para fazer com que os grãos rendessem mais, ocasionando um grão pobre em si, há quem defenda a farinha integral pois a digestão das fibras nela contida, impediria os picos de insulina que causam o acúmulo de gordura na barriga.

Repolho

O repolho oferece muitos benefícios à saúde e deve ser consumido, mas pode ser de digestão difícil por aumentar a produção de gases no trato intestinal. Para ajudar a auxiliar a digestão do repolho, é melhor comê-lo cozido em vez de cru.

Verdura frita

Bom demais uma verdurinha frita tipo à milanesa ou em tempura. Mas a fritura, em alguns casos, pode acabar com os nutrientes da verdura e transformar os vegetais em ganhadores de barriga. Tudo vai depender também do tipo de fritura e da questão, como vimos acima, da resposta à insulina. O óleo em que os vegetais são fritos, muitas vezes contém o tipo mais perigoso de gordura para a sua saúde e cintura: as gorduras trans!

Docinhos de padaria

Não sejamos radicais, de vez em quando faz bem dar-se ao deleite de um doce mas se a questão for diminuir a barriga, os doces de padaria farão tudo ao contrário. Pensa na receita: gorduras trans, banha de porco, farinha refinada, açúcar refinado, xarope de milho... Ingredientes que podem causar inflamação no trato intestinal e expansão abdominal, seja pelo inchaço seja pelo armazenamento da gordura via pico de insulina. Que tal comer um chocolate meio amargo ou uma nutella feita em casa quando bater a vontade de doce?

Leia também:

seta

10 ALIMENTOS E REMÉDIOS NATURAIS QUE AJUDAM A EMAGRECER

Fontes:  http://www.dailymail.co.uk/health/article-2026441/Bloating-eating-Reasons-stomachs-swell-suddenly.html e http://www.dummies.com/how-to/content/foods-that-bloat-your-belly-and-increase-belly-fat.html