Pizza e chocolate: viciam como drogas

Pizza e chocolate viciam como drogas

O que dizer aos brasileiros descendentes de italianos, que têm a pizza no DNA, e aos que enlouquecem com chocolate, brigadeiros e afins? Parece que é verdade que alguns alimentos, especialmente os refinados, são capazes de desencadear um verdadeiro vício, tal qual as drogas. Ou seja, induzem o nosso cérebro a sentir prazer e pedir mais.

Como já ocorreu com o açúcar e com todos aqueles alimentos altamente processados, com gorduras refinadas e tanto carboidrato, enfim, até mesmo a pizza e o chocolate ativariam os fenômenos cerebrais semelhantes ao fumo, álcool e drogas, e todos esses mecanismos de consumo-satisfação-consumo crescente, típico dos narcóticos.

A constatação vem de um estudo da Universidade de Michigan que acusa todos aqueles menus que podem nos fazer "escravos" deles. Aqueles alimentos em que muitas vezes é difícil de resistir quando nos encontramos bem em sua frente. Um efeito que não aparece quando são oferecidos pratos "light": por exemplo arroz com verdura, ou alimentos não refinados, onde o efeito “vício” não se verifica.

No laboratório, foi demonstrado que os alimentos com adição de sal, açúcar ou gordura, atuam sobre os receptores da dopamina, como acontece com o consumo de drogas. Ao fazer isso, se inicia a dependência física, um verdadeiro vício, uma vez que a ingestão de alimentos gordurosos estimula os receptores desse hormônio. Se estes receptores não são estimulados, o corpo se sente privado de uma substância que, consequentemente, o corpo pede, desencadeando o mecanismo da dependência.

Portas abertas, portanto, a uma nova fronteira para dietas personalizadas para a obesidade e o excesso de peso. "Nós podemos mudar a nossa forma de abordar o tratamento da obesidade - disse Nicole Avena, farmacologista do Icahn School of Medicine ao Mount Sinai em New York e co-autora do estudo -. Não mais apenas dietas férreas, com o "corte" de certos alimentos, mas uma abordagem semelhante àquela que já é usada para os dependentes de drogas e álcool."

Todos no círculo dantesco dos viciados, então? Nem tanto: também é verdade que a pizza, especialmente se caseira, “não mata” e muito menos o chocolate (sobre o qual vimos inúmeros benefícios). O segredo é sempre o mesmo: tentar, tanto quanto possível, evitar os alimentos processados e ao máximo possível, os superprocessados. E alternativas existem, e muitas!

Leia também:

seta9 MULTINACIONAIS DO CHOCOLATE QUE EXPLORAM CRIANÇAS

setaCHIPS PARA TODOS OS GOSTOS: 10 RECEITAS ALTERNATIVAS PARA A BATATINHA FRITA