Qual é o melhor tipo de batata para cada receita?

melhor tipo de batata para cada receita

Cultivadas há oito milênios na América Andina, as batatas são elementos preciosos na cozinha de basicamente todos os países do mundo. As receitas que levam batata, se multiplicam com uma velocidade impressionante. Mas como identificar qual – dentre os cerca de 400 tubérculos usados na culinária – , melhor se encaixa na preparação de determinado prato? A seguir, conheça qual a melhor batata para cada tipo de receita.

Batata Rosada

Também chamada de Asterix e portuguesa é ótima para fritar, pois tem mais amido que água em sua composição. Para fritá-las corretamente, deverão ser bem lavadas e deixadas de molho. Após esse processo, secá-las bem com papel toalha ou pano de prato. Preferivelmente frite-as em azeite de oliva, em pequenas quantidades. Outras receitas que ficam excelentes com essa batata são purês, bolinhos e nhoques. A versão bolinha desta batata pode ser feita assada; para melhores resultados, faça uma camada de sal grosso, retirando a água do tubérculo.

Batata Baraca

Também chamadas de holandesas e inglesas, são excelentes para fazer frituras, porque não têm tanta água em seu interior; justamente o elemento que deixa a batata frita mais murcha.

Batata Lavada

Também chamada de Ágata, não é boa para fritar, mas ótima para assar, e colocar em sopas, saladas e outros. Se optar por cozimento, pode colocar na panela com a própria casca, porque o sabor é ressaltado.

Batata-doce

A preferida de 10 entre 10 praticantes de musculação, podem ser fritas, assadas ou cozidas e ficam perfeitas. A batata-doce é considerada um carboidrato completo e de baixo índice glicêmico, apesar do nome, o que evita picos de aumento e diminuição do açúcar do sangue. Além disso a batata-doce é rica em vitaminas A, B6 e C.

Curiosidade

Na dieta macrobiótica não se come batatas pois estas são consideradas tóxicas. De fato, como parte da defesa natural contra fungos e insetos, a batata possui altos níveis de componentes tóxicos mais conhecidos como solanina e chaconina. Evite comer batatas esverdeadas pois o aumento da clorofila indica níveis mais altos destas substâncias. Para evitar que a batata fique verde ou crie brotos rapidamente, conserve-as em lugar escuro e fresco. Exagerar na batata pode inclusive causar intoxicação, cujos primeiros sintomas se manifestam geralmente entre oito e doze horas após a ingestão, sob a forma de desordens grastrointestinais e nervosas e, dependendo da dose, pode levar à morte. Uma única batata, se estiver esverdeada, pode conter uma dose perigosa da substância.

Além disso, a batata é um dos alimentos que mais contém acrilamida, substância química provavelmente cancerígena, formada durante o aquecimento dos alimentos ricos em carboidratos à temperaturas acima de 120°C.

Leia também:

Chips para todos os gostos: 10 receitas alternativas para a batatinha frita

10 receitas de batata recheada ao forno

Fonte fotos: wikipedia.org